O fim do ano está chegando e com ele as férias escolares, por isso o Clube Quindim separou para você ótimas dicas de histórias infantis para ler nesse período junto dos pequenos. Então, conheça nossa seleção de novembro e aproveite essas dicas de leitura incríveis!

histórias infantis para ler nas férias com os pré-leitores (0 a 2 anos)

baleia na banheira
Autora: Susanne Straber
Editora: Companhia das Letrinhas

Baleia na banheira

O banho é um ótimo lugar para relaxar! Mas e se vários animais resolverem se juntar à baleia e tornar tudo uma grande brincadeira? Baleia na banheira é uma das histórias infantis mais divertidas desta lista. Ao mesmo tempo, traz um conto cumulativo que apresenta vários animais, o que ajuda a ampliar o repertório dos pequenos que ainda estão descobrindo a enorme variedade de criaturas que habitam o nosso mundo. Além disso, se você conhece uma criança que não gosta de tomar banho, esse livro pode ser um ótimo caminho para transformar esse momento em pura diversão!

Veja também: Criança que não toma banho: e agora?

dentro de casa
Autora: Bruna Lubambo
Editora: Aletria

Dentro de casa

Uma das histórias infantis mais recentes dessa lista, Dentro de casa é uma obra sobre a quarentena de 2020 e as peculiaridades de nosso tempo em isolamento. Os pequenos conseguem enxergar possibilidades para aventuras por toda a parte. Afinal, quando o isolamento começou, nossas residências tiveram de se tornar todo o nosso mundo. E o pequeno que narra esta história explora cada canto, criando diferentes brincadeiras para ocupar toda a casa com sua imaginação e criatividade. Os corredores ganham montanhas, a sala é enorme, a companhia da mãe no quarto se torna um acampamento, e um pé de tudo oferece o que eles precisam na cozinha. As janelas trazem um vislumbre para novos mundos. Na quarentena, o que você e sua família descobriram em casa?

Histórias infantis para ler nas férias com os leitores iniciantes (3 a 5 anos)

o lobo que caiu do livro
Escritor: Thierry Robberecht
Ilustrador: Grégoire Mabire
Editora: Martins Fontes

O lobo que caiu do livro

Um livro cai da estante em um baque tão grande que um de seus personagens escapa: o lobo mau. Uma dessas histórias infantis cheias de humor que brinca com o repertório dos pequenos e dos adultos e que pode ser uma ótima companhia para esse período de férias. Aqui o lobo mau acaba se perdendo no quarto de uma garotinha depois de cair de um livro. Na tentativa de fugir do grande gato de estimação da pequena, o lobo vai ter que se esconder em várias histórias muito queridas por nós. Até esse lobo finalmente achar uma história para se refugiar. Você também pode conferir em nosso blog mais histórias com o lobo mau!

histórias infantis para ler nas férias: não vou tomar banho hoje jean-claude
Autor: Jean-Claude Alphen
Editora: Salamandra

Não vou tomar banho hoje!

O protagonista dessa história é um pequeno que deseja ser um urso, afinal, ursos podem ver desenho quando quiserem, podem comer o que quiserem e o melhor: não precisam tomar banho. Acontece que, com o passar do tempo, o menino percebe que talvez ser um um urso tenha suas desvantagens. E quais serão elas? 

Veja também: 8 livros com o lobo mau que seu filho vai amar

HISTÓRIAS INFANTIS PARA LER NAS FÉRIAS COM OS LEITORES Autônomos (6 A 8 ANOS)

histórias infantis. A outra história do peter pan
Autor: Jean-Claude Alphen
Editora: Salamandra

A outra história de Peter Pan

A história de Peter Pan é um dos maiores clássicos da literatura infantil, mas neste livro o Capitão Gancho resolve que a versão que conhecemos é muito chata e inventa uma nova. Será que essa outra história será mais divertida? 

Essa é uma história que quebra com a visão maniqueísta que temos sobre os contos de fadas. Aqui os personagens não são divididos entre “bons” e “maus”, mas vemos uma faceta muito mais humana e plural ao compreendermos essa história através de outro ponto de vista. Essa é uma obra divertida, mas que ao mesmo tempo nos instiga a pensar! Uma ótima leitura para fazer com os pequenos nesse período de férias.

histórias infantis para ler nas férias: o que os olhos nao veem
Escritora: Ruth Rocha
Ilustrador: Carlos Brito
Editora: Salamandra

O que os olhos não veem

Essa é uma obra de uma das maiores autoras de histórias infantis da literatura brasileira, que encantou e proporcionou reflexões a gerações. Aqui conhecemos a história de um rei que perdeu a capacidade de praticar a empatia. Ele só enxerga aqueles similares a ele: grandes e poderosos. E seu povo, tão pequeno, de voz fraca, fica esquecido. Mas como curar essa doença que acometeu o rei? O povo decide se unir e marchar contra a capital para que o rei os ouça e os veja finalmente. Como será que termina essa história? Saiba mais sobre ela em nosso artigo!

HISTÓRIAS INFANTIS PARA LER NAS FÉRIAS COM OS LEITORES fluentes (9 A 12 ANOS)​

As bruxas roald dah
Escritor: Roald Dahl
Ilustrações: Quentin Blake
Editora: WMF Martins Fontes

As bruxas

Essa é uma daquelas histórias infantis ótimas para se ler nas férias, afinal, além de muito divertido, esse livro se passa justamente durante as férias! O protagonista da história e sua avó vão passar as férias em um hotel, mas lá eles se reparam com uma convenção de bruxas de verdade! Bruxas com garras compridas, sem dedos do pé, e que odeiam crianças! É então que os dois embarcam em uma aventura para salvar todas as crianças da Inglaterra dessas bruxas malvadas. 

Você sabia também que essa obra ganhou uma adaptação cinematográfica recentemente chamada Convenção das Bruxas? Que tal aproveitar as férias e curtir esse filme com os pequenos também? Você também pode conferir mais livros de bruxas aqui em nosso blog. 

da minha janela prêmio jabuti 2020
Escritor: Otávio Júnior
Ilustradora: Vanina Starkoff
Editora: Companhia das Letrinhas

Da minha janela

O que você vê de sua janela? Neste livro, vencedor do prêmio Jabuti de melhor livro infantil de 2020, o personagem conta tudo o que ele enxerga ao observar o mundo da janela de sua casa na favela, narrando as belezas, os medos e a esperança.

Aqui, conhecemos a favela por um olhar mais livre, que mostra o positivo e o negativo a partir de uma vivência pessoal do personagem. Na favela, há cores, há comunidade, há beleza, há brincadeira. E há também violência. Mas não é isso que a define. É uma história que traz um carinho pelo lugar onde se vive, mostra o que ele significa para o personagem. Uma comunidade viva como qualquer outra em que já moramos.

Assine o Clube Quindim

APROVEITE ESTE MOMENTO PARA INCENTIVAR A LEITURA!