A vida acontece em diferentes meios, por mais cinza ou retangular que um ambiente pareça ser. Neste momento em que as crianças estão cada vez mais imersas nas tecnologias e nos jogos online, é preciso incentivar o contato delas com o espaço urbano. Passear pelas ruas e visitar parques da cidade ou outros pontos históricos são apenas algumas opções de atividades para estimular o contato das crianças com os espaços públicos e desemparedar a infância! Afinal, as cidades também são das crianças!

Veja também: Crianças e ocupação do espaço público: por que é importante levar seu filho para a rua

Livros para repensar o espaço urbano. Imagem do livro Siga a seta!
Imagem do livro Siga a seta!, de Isabel Minhós Martins e Andrés Sandoval, já enviado pelo Clube Quindim.

Pensando nisso, separamos 7 livros já enviados pelo Quindim para sua família pensar (ou repensar!) o espaço urbano através de diferentes perspectivas com os pequenos e as pequenas.

Veja também: A importância de incluir e acolher mães e crianças em espaços públicos

COnheça 7 livros infantis que vão fazer você repensar o espaço urbano

Monstros (autora Alice Hoogstad, editora Ameli)
Autora: Alice Hoogstad
Editora: Amelì
Faixa etária: 0 a 12 anos

1. Monstros!

Nesta primeira dica de leitura, você vão conhecer uma cidade sem cor, em que tudo é monótono e os moradores estão sempre ocupados com sua rotina. Mas de repente os desenhos de uma menina prometem transformar essa cidade. Tudo que ela desenha ganha vida e, quando ela desenha monstros de diferentes cores e tamanhos, sua cidade começa a ganhar novos tons! Será que os moradores da cidade vão gostar dessa brincadeira?

Andar por aí (escritora Isabel Minhós Martins, ilustrações Madalena Matoso, editora 34)
Escritora: Isabel Minhós Martins
Ilustradora: Madalena Matoso
Editora: Editora 34
Faixa etária: 3 a 8 anos

2. Andar por aí

Nesta história, um menino acompanha seu avô em suas andanças pela cidade. Caminhando ora com pressa, ora devagarzinho, vemos os personagens explorando e experimentando todas as possiblidades que o espaço urbano lhes oferece. Vemos as ruas, as praças, os mercadinhos… Chova ou faça sol, com o vento acariciando o rosto, avô e neto estão andando por aí. E você, como aproveita os espaços da sua cidade?

Assine o clube quindim
monstros urbanos
Autora: Renata Bueno
Editora: WMF Martins Fontes
Faixa etária: 0 a 5 anos

3. Monstros urbanos

Os monstros deste livro são um pouco diferentes… Você já andou pela cidade e descobriu algum rosto num lugar inusitado? Estes são os monstros urbanos de Renata Bueno, que podem ser encontrados em todos os cantos da cidade. Nesta obra, o espaço urbano é revisto. Onde existem apenas fios elétricos, tapumes ou manchas nas paredes de prédios, para uma mente aberta é um espaço que oferece muitas possibilidades. Que tal descobrir os monstros que se escondem pela sua cidade também?

Veja também: Livro-imagem: saiba como ler um livro infantil só com imagens

Milo imagina o mundo (escritor Matt de la Peña, ilustrador Christian Robinson, editora Pallas)
Escritor: Matt de la Peña
Ilustrador: Chris Robinson
Editora: Pallas
Faixa etária: 3 a 8 anos

4. Milo imagina o mundo

Em um único domingo do mês, Milo e sua irmã se preparam para uma longa viagem de metrô. Milo está ansioso e para se distrair durante o caminho, ele leva seu caderno de desenhos. E é lá que ele dá asas a sua criatividade e começa a imaginar a vida dos seus companheiros de viagem de metrô. Milo imagina o mundo é um livro que permite pensarmos sobre o espaço urbano, mas também provoca diversas reflexões acerca das primeiras impressões e julgamentos que fazemos sobre as pessoas que estão ao nosso redor.

Livros para trabalhar na educação infantil de acordo com categorias das BNCC. livros para pensar sobre diferentes pontos de vista: siga a seta
Escritora: Isabel Minhós Martins
Ilustrador: Andrés Sandoval
Editora: Companhia das Letrinhas
Faixa etária: 3 a 12 anos

5. Siga a seta!

Neste livro, incontáveis setas ditam o caminho de todos. Assim ninguém se perde ou fica sem saber o que fazer. Na Cidade das Setas, todos “sabiam o seu rumo e não havia sobressaltos”. Porém, um certo dia um rapaz resolve parar entre uma seta e outra e decide se aventurar por outros caminhos. Apesar do medo do novo, ele descobre coisas incríveis!

Pequenino na cidade (autor Sydney Smith, editora Pequena Zahar)
Autor: Sydney Smith
Editora: Pequena Zahar
Faixa etária: 6 a 8 anos

6. Pequenino na cidade

Neste livro, vamos acompanhar a trajetória de um menino que caminha pela cidade em que vive. Ao longo do caminho, ele nos apresenta a locais aconchegantes da cidade e fala de outros que devem ser evitados. Alguns cantos podem parecer inusitados, mas ao longo da leitura percebemos que o protagonista está enxergando a cidade sob outro ponto de vista. Descubra o que impulsiona o menino nessa aventura por uma cidade que parece tão grande para alguém pequeno como ele.

Veja também: 12 livros infantis para falar sobre morte, separação e outros temas difíceis

O dia em que meu prédio deu no pé (escritor Estevão Azevedo, ilustrador Rômolo D'Hipólito, editora Companhia das Letrinhas)
Escritor: Estevão Azevedo
Ilustrador: Rômolo D’Hipolito
Editora: Companhia das Letrinhas
Faixa etária: 6 a 12 anos

7. O dia em que meu prédio deu no pé

Você já imaginou um prédio soltar seus alicerces e sair andando por aí? É isso que acontece neste livro de Estevão Azevedo e Rômolo D’Hipolito, nossa última dica de livros para pensar o espaço urbano. E não para por aí! Depois desse prédio em questão, casas e mansões decidiram fazer o mesmo, deixando os moradores da cidade sem um teto. Ao propor um acontecimento distópico, essa obra permite diversas leituras e nos convida a pensar em como poderíamos reconstruir o Brasil.

Assine clube de leitura quindim