Saiba como é o tampão mucoso, com quanto tempo ele começa a sair e quais são alguns sinais de atenção.

O tampão mucoso faz parte de momentos importantes da gravidez. Contudo, muitas mulheres acabam não conhecendo essas etapas do processo e podem ficar assustadas com alguns acontecimentos.

Por mais que seja algo natural, a saída do tampão mucoso pode gerar dúvidas nas mamães. Evitar momentos assustadores e conhecer todos os processos que envolvem a gestação é essencial para evitar preocupações desnecessárias – além de preparar a mulher para a tão esperada hora de dar à luz.

Se você nunca ouviu falar em tampão mucoso na gravidez – ou até ouviu, mas ainda tem dúvidas sobre o que é, como é, para que serve e outras questões –, neste post, você vai poder entender tudo o que a saída do tampão indica!

O que é tampão mucoso?

Tampão Mucoso

O corpo humano é tão sábio que durante as primeiras semanas da gravidez ele produz o tampão mucoso. Além desse nome, você também pode encontrar o nome de rolha de Schroeder, que nada mais é do que uma substância que o corpo da mulher produz para proteger o bebê.

Dessa forma, o tampão mucoso fica localizado logo após o canal vaginal e tem o objetivo de evitar que microrganismos e bactérias cheguem ao útero. Caso qualquer tipo de microrganismo chegue até o bebê, isso pode provocar infecções que colocam em perigo a saúde do feto.

Nesse sentido, o tampão é exatamente o que o nome indica. A substância serve para tampar a entrada do útero com o intuito de criar uma barreira de proteção — por isso também é chamado de “rolha”, pois fecha completamente o colo do útero e forma uma barreira.

Na gravidez que não apresenta riscos, o tampão é criado no primeiro mês e deve permanecer até o fim da gestação. A saída do tampão indica que a hora do parto está próxima e que o corpo está preparado para o nascimento.

Como é o tampão mucoso?

Definir exatamente como é o tampão mucoso é difícil, isso porque os organismos de cada mulher são diferentes, então o aspecto do tampão mucoso pode mudar bastante. Até mesmo a forma como a substância é expelida do corpo pode mudar de pessoa para pessoa. Algumas mulheres relatam a saída completa do tampão de uma vez só, enquanto, em outras, ele sai aos poucos e há casos em que a gestante nem percebe que saiu.

Porém, quando o tampão mucoso sai é um episódio bem característico e dificilmente será confundido com o rompimento da bolsa amniótica, por exemplo. Geralmente, o desprendimento é completo e o tampão é expelido inteiro, medindo de 4 a 5 centímetros.

Mesmo que o tamanho seja um pouco padrão (quando não sai em pedaços), a aparência pode mudar – e às vezes é até confundido com corrimento.

Veja algumas das características mais comuns presentes no tampão mucoso para conseguir identificá-lo com mais facilidade.

  • A forma do tampão mucoso pode ser inteira ou em pedaços;
  • A textura é como a de clara de ovo, grudenta, mais gelatinosa e que pode variar entre mais firme ou amolecida;
  • O tampão mucoso não tem cheiro característico (mas se apresentar algum odor ou mau cheiro, é melhor consultar um médico para verificar se está tudo bem);
  • A cor do tampão mucoso pode mudar entre transparente (como clara de ovo), esverdeado, marrom, amarelado, mucoso líquido, rosado (com um pouco de sangue), esbranquiçado.

O tampão mucoso sai quando?

Como sai o tampão mucoso

Assim como em outros aspectos, o período de saída do tampão mucoso também muda bastante de mulher para mulher. No entanto, é mais comum que a liberação seja feita entre 37 e 42 semanas da gestação.

Também há casos mais raros em que o tampão mucoso sai somente durante o trabalho de parto, ou até mesmo apenas no nascimento do bebê. Existem situações em que a substância sai logo no início da gravidez, contudo isso não significa necessariamente que há um problema.

Uma das explicações para isso pode ser o fato do corpo ainda estar passando por mudanças e está em adaptação para receber o bebê. Por mais que o feto fique mais suscetível a infecções nesse período, o organismo logo começa a produzir um novo tampão.

Se esse problema não acontecer de novo, não há motivos para maiores preocupações.

Por outro lado, se o tampão mucoso se solta antes das 37 semanas e depois do segundo trimestre, esse é um sinal de alerta que precisa ser investigado. Nessas situações, há risco de parto prematuro. Em qualquer que seja o caso, a visita ao obstetra é altamente recomendada para ver se está tudo bem.

A baixa hormonal é o que desencadeia o início da preparação para o trabalho de parto, e uma das etapas é a saída do tampão mucoso. O ponto de começo é que os hormônios mostram que o pulmão do bebê está pronto para o nascimento.

O tampão mucoso pode sair com sangue?

Essa é uma questão que gera medo nas mamães, mas é importante ressaltar que o tampão mucoso fica localizado em uma região que tem bastante irrigação sanguínea. Por isso, pode acontecer de sair um pouco de sangue, e isso é normal.

A presença de sangue deve ser bem pequena, como se fosse um escape de menstruação. Entretanto, se houver uma grande quantidade de sangue, o melhor é buscar a opinião de um especialista imediatamente.

A saída do tampão mucoso causa cólicas?

De forma geral, a saída do tampão não provoca nenhum tipo de dor ou desconforto. No caso das cólicas, esse é um sintoma que até pode aparecer e muitas vezes está relacionado com as fases iniciais do trabalho de parto. Também podem ter momentos em que a barriga fica endurecida.

O que fazer após a saída do tampão mucoso?

Como é o tampão mucoso

Basicamente, não há nada a se fazer após a saída dele. É normal ficar mais ansiosa e até ter picos de nervosismo, mas o ideal é manter a calma. O tampão sair não significa que chegou a grande hora do nascimento.

Depois que é expelido, o trabalho de parto ainda pode demorar até 3 semanas para acontecer. Portanto, esse não é o único sinal de que o dia do nascimento se aproxima. Dessa maneira, o mais importante é manter o bem-estar físico e psicológico até que comecem a aparecer contrações e o rompimento da bolsa acontecer.

Viu como não há mistérios em relação ao tampão mucoso? Não há o que temer e o processo é normal. Esse é mais um mecanismo natural usado pelos nossos corpos para garantir que o bebê cresça e nasça saudável.

O nascimento de um bebê é um momento único e indescritível. Para levar os 9 meses com mais leveza, a leitura é um hábito que tem muitos benefícios para mãe e bebê. Conheça o nosso clube de leitura Quindim e descubra livros maravilhosos para ler na gravidez e em todas as fases da infância da criança!

Veja também: 5 maneiras de estimular o bebê na barriga

Assine o Clube Quindim

APROVEITE ESTE MOMENTO PARA INCENTIVAR A LEITURA!