Entenda quais são os reflexos primitivos e como os bebês já os apresentam mesmo quando ainda são tão jovens.

Os reflexos primitivos, diferentemente do processo de amadurecimento e aprendizado que nos acompanha por toda nossa vida, funcionam como respostas automáticas do nosso organismo desde que nascemos.

O desenvolvimento do bebê segue alguns padrões, tanto em relação ao crescimento físico quanto à questão neuropsicomotora. Nesse contexto, as funções e reflexos primitivos podem ser observados desde muito cedo.

Os movimentos dos bebês ocorrem de acordo com as funções superiores do cérebro. Dessa forma, os movimentos são integrados e os reflexos são involuntários desde o início da vida. A natureza que manifesta padrões de resposta conforme os estímulos a que os bebês são sujeitos.

Vamos entender um pouco mais sobre os reflexos primitivos?

O que são os reflexos primitivos?

Reflexos primitivos do recém-nascido

Os reflexos primitivos têm origem em nosso sistema nervoso central e podem ser observados especialmente nos bebês. À medida que a criança se desenvolve há uma inibição dos reflexos, e por isso já não é mais possível observar esses fenômenos em adultos.

Isso porque o nosso sistema nervoso central foi sendo moldado ao longo do desenvolvimento humano, e isso continua tendo reflexos nas gerações de seres humanos. O cérebro passa uma maturação devido a mielinização, formação de sinapses e arborização — o que em outras palavras influencia na criação de nossos reflexos.

As respostas automáticas que vemos nos bebês são exemplos de reflexos primitivos, como quando o recém-nascido vai de encontro ao seio da mãe para ser amamentado. A criança tem respostas conforme os estímulos sensoriais, tanto de som, toque e outros aspectos.

O desenvolvimento desses reflexos acontece ainda na vida intrauterina, em que o feto interage com o ambiente. Assim, os reflexos primitivos do bebê o ajudam a se posicionar no útero, fazer movimentos e auxiliam até para que o nascimento seja na hora certa.

Observar a falta desses sinais é essencial, pois ela pode indicar a existência de lesões cerebrais.

Veja também: Saltos de desenvolvimento do bebê. Saiba o que são e como lidar com eles

Para que servem os reflexos primitivos?

Quais são os reflexos primitivos do bebê

Os reflexos primitivos são fundamentais para o desenvolvimento infantil e uma infância saudável. Em cada fase é possível notar as alterações de comportamento e isso é relacionado com o que se espera para a idade.

Naturalmente, os reflexos primitivos vão sendo substituídos pelos movimentos voluntários, e isso costuma acontecer a partir dos seis meses. Dessa forma, aqueles movimentos mais intuitivos que são gerados pelo reflexo primitivo se transformam em respostas que são controladas de maneira mais racional.

Nesse sentido, quando se percebe a ausência desses reflexos do bebê isso pode indicar a existência de alguma patologia neurológica. Um dos motivos pode ser o de que a maturação do sistema nervoso central pode não ter sido completa, e o resultado disso é atraso intelectual, sensorial e afeta a atividade reflexiva de forma integrada.

Um estudo mostrou que até os bebês prematuros podem ter um bom desenvolvimento neurológico, alcançando resultados normais. Ou seja, é preciso ter atenção ao comportamento do bebê para entender quando é necessário um acompanhamento de especialistas. Assim, o desenvolvimento da criança não será prejudicado.

Conheça um pouco mais dos reflexos primitivos do recém-nascido

Agora que você já sabe o que são os reflexos primitivos e para que eles servem, conheça quais são os reflexos motores primitivos dos recém-nascidos.

Reflexo de Moro

O primeiro que precisamos abordar é o Reflexo de Moro, que também é conhecido como o “reflexo do susto”. Sabe quando o bebê é surpreendido com algum barulho ou movimento? O reflexo do pequeno é levar um susto, esticar os braços e as pernas e depois encolher os membros ou até mesmo chorar por ficar assustado.

Portanto, o Reflexo de Moro é uma resposta a uma ação ou som, que pode acordar o recém-nascido logo que você o coloca para deitar. Normalmente este reflexo desaparece por volta dos dois meses.

Reflexo de Busca

O Reflexo de Busca está relacionado à procura por alimento. Desse modo, quando o canto dos lábios do recém-nascido é tocado, ele vira a cabeça em direção ao toque. Esse é um movimento natural, uma vez que a amamentação é instintiva.

De início, é comum que o bebê mexa a cabeça de um lado para o outro antes de conseguir encontrar o seio ou a mamadeira. Após os primeiros dias de vida o reflexo se aprimora e depois a criança consegue se posicionar sem grandes dificuldades.

Veja também: Desenvolvimento dos sentidos do bebê. Saiba quando o bebê começa a sentir, ouvir e enxergar

Reflexo tônico-cervical assimétrico

Esse é um reflexo primitivo que também pode receber os nomes de Reflexo do Esgrimista, Reflexo do Espadachim ou Reação de Magnus-Kleijn — e ocorre quando o bebê vira a cabeça para um lado, estica o braço para o mesmo lado e depois dobra o outro braço na mesma direção.

Às vezes esse movimento pode ser sutil, então é importante ter atenção se o bebê está realizando esse reflexo. O Reflexo Tônico-Cervical deve estar presente nos dois lados do corpo do recém-nascido, e se ele apresenta um comportamento diferente em um desses lados, converse com o pediatra.

Reflexo de Escada

Também conhecido como Reflexo de Colocação, é um estímulo feito no dorso do pé enquanto o bebê é segurado pelas axilas. O toque faz com que as perninhas façam o movimento como se estivesse subindo uma escada, daí o nome recebido. É um reflexo encontrado em crianças com até 2 meses de vida.

Preensão Palmar e Plantar

Reflexos primitivos do bebê. Preensão Palmar e Plantar

O teste para conferir a Preensão Palmar e Plantar é bem simples. O reflexo acontece quando pressionamos a palma da mão ou a planta do pé do bebê, e o estímulo deve ter como resultado a flexão dos dedos dos pés e das mãos. Entre 4 e 6 meses os reflexos do recém-nascido são substituídos pelas ações voluntárias.

Reflexo de Marcha

O Reflexo de Marcha é muito bonitinho de se ver. Para verificar se esse reflexo está bom, segure o recém-nascido pelas axilas e deixe que ele toque levemente com os pés na superfície. Assim, o reflexo que o bebê tem é de colocar um pé na frente do outro, como se estivesse iniciando uma marcha. O desaparecimento ocorre entre a 4ª e 8ª semana de vida.

Reflexo de Sucção

Amamentação é um reflexo primitivo do recém-nascido

Esse é um dos reflexos mais incríveis e que mostra o instinto de sobrevivência dos bebês. Talvez você já tenha visto um ultrassom em que a criança está chupando dedo, isso pode acontecer a partir da 36ª semana de gestação, pois é quando esse reflexo já se desenvolveu.

O Reflexo de Sucção ajuda na rotina de alimentação, pois auxilia na ingestão do leite materno. Quando o mamilo ou bico da mamadeira toca o céu da boca do bebê, ele já começa a fazer o movimento de sucção. Apesar de ser instintivo, manter o ritmo pode ser um pouco complicado, por isso há recém-nascidos com dificuldade para sugar no início da amamentação.

Reflexo de Babinski

O Reflexo de Babinski tem algumas similaridades com o Reflexo de Preensão. No entanto, a diferença é que a sola do pé é pressionada com mais firmeza, o que faz com que o dedão do pé da criança se movimente para cima, indo em direção ao peito do pé. Durante o movimento, os outros dedos se esticam.

Veja também: Quando nascem os dentes. Saiba as idades aproximadas e como lidar

Cada bebê é único – e o seu desenvolvimento também!

Reflexos primitivos

Existe uma média de quando cada reflexo primitivo deve desaparecer para dar espaço às ações voluntárias. Contudo, nada disso é baseado em regras fechadas, pois devemos lembrar que cada bebê é único.

Portanto, os períodos dos reflexos primitivos podem servir como base para entender os saltos de desenvolvimento do bebê — mas caso algo esteja muito diferente, é possível notar os sinais para buscar ajuda médica.

Os reflexos primitivos do recém-nascido são muito importantes para que possamos analisar a saúde dos pequenos. Por isso, é essencial fazer o acompanhamento médico do bebê e observar cada pequena mudança que aconteça no dia a dia.

A saúde é algo primordial para nossas crianças. Além disso, a alegria de ver os pequenos crescerem e se desenvolverem é algo indescritível, desde os reflexos primitivos. Em qualquer momento da infância, conte com o clube de leitura Quindim para incentivar o hábito da leitura desde cedo!

Assine o Clube Quindim

APROVEITE ESTE MOMENTO PARA INCENTIVAR A LEITURA!