A Golden Hour depois do parto pode ser considerada uma das horas mais importantes da vida do bebê e também da nova mamãe.

Você sabe o que é Golden Hour no parto? A chegada do bebê é muito aguardada pelas mães e, nesses primeiros momentos, a mãe finalmente consegue ver, tocar, cheirar e ter seu bebê nos braços, um contato de extrema importância para a criança.

Se você ainda tem dúvidas sobre o que é Golden Hour e a importância desse momento, confira este artigo até o final!

O que é Golden Hour ou a “hora dourada”?

Veja o que é golden hour ou a hora de ouro do bebê

O nascimento e as primeiras horas do bebê fora do ventre da mãe são momentos muito especiais. Por isso, os primeiros 60 minutos após o parto são chamados de Golden Hour, ou “hora de ouro/dourada” em bom português.

Essa hora dourada é recomendada independentemente do tipo de parto (normal ou cesárea). O recém-nascido é colocado no peito da mãe logo após o nascimento e permanece nesse contato pele a pele por toda a primeira hora de vida, o que só é possível se o bebê não precisar de nenhum tipo de atendimento médico após o parto.

A Golden Hour no parto tem esse nome porque essa primeira hora de contato entre mãe e bebê é fundamental para fortalecer o vínculo, sendo realmente uma hora de ouro!

Antigamente, o protocolo era levar o recém-nascido imediatamente para a avaliação. Agora, porém, já sabemos que isso pode esperar.

Deixar o bebê aconchegado no colo da mãe facilita o reconhecimento e a segurança. O afeto materno é extremamente positivo e pode ter reflexos para o resto da vida do recém-nascido.

Veja também: Como ler com bebês. 15 dicas que você precisa saber na hora de contar histórias

A importância da Golden Hour a curto e longo prazo para o bebê

O que é Golden Hour do bebê

Esse contato na primeira hora com a mãe ajuda o bebê a se estabilizar e se adaptar ao novo ambiente.

O colo é essencial e favorece essa transição, pois aquece o pequeno, a frequência cardíaca entra no ritmo e a criança ainda ouve as batidas do coração da mãe, um som que ela estava tão acostumada ao longo do seu desenvolvimento.

O contato imediato e a amamentação na primeira hora são um fator importante contra a mortalidade neonatal. Porém, além desses primeiros efeitos, também existem diversos benefícios a longo prazo.

Quando não se faz o clampeamento do cordão umbilical imediatamente, isso também é benéfico para o bebê. A prática faz o recém-nascido ganhar até 100 ml de sangue oriundos do cordão e da placenta.

Com isso, as chances de desenvolver anemia infantil são reduzidas. Inclusive, o Programa de Reanimação Neonatal da Academia Americana de Pediatria recomenda o procedimento.

Já para a mãe, a Golden Hour é capaz de melhorar a recuperação após o parto. A ocitocina é importante no nascimento do bebê, pois é conhecida como o hormônio do amor.

Portanto, além de ajudar na relação entre mãe e filho desde o primeiro momento, também há outros benefícios para os dois. Confira algumas das principais vantagens da Golden Hour para os bebês:

  • Maior proteção contra doenças alérgicas e infecciosas;
  • Ajuda no desenvolvimento craniofacial;
  • Protege contra a morte súbita;
  • Melhora o desenvolvimento motor;
  • Previne câncer de ovário, mama e endométrio nas mulheres.

Veja também: Como fazer papinha para bebês. Veja 9 receitas fáceis e saudáveis

Golden Hour e amamentação

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 3 a cada 5 bebês não são amamentados na Golden Hour, apesar das estatísticas mostrarem que o aleitamento materno na primeira hora de vida é essencial para a sobrevivência.

Quando colocados sob o tórax ou abdômen da mãe depois do nascimento, os bebês instintivamente são capazes de rastejar à procura do seio materno e começam com os movimentos de sucção.

Conhecido como “Breast Crawl”, esse é um comportamento biológico por causa da ação de catecolaminas que são liberadas no trabalho de parto.

Nessa primeira hora de vida, ter o contato pele a pele e a amamentação também resultam no colostro, que é basicamente o primeiro leite da mãe (embora não seja tecnicamente leite, mas, sim, um líquido amarelado rico em anticorpos), o qual recebeu carinhosamente o nome de “primeira vacina do bebê”.

O colostro tem esse nome por conta dos nutrientes e anticorpos do leite, que é extremamente rico e benéfico para a criança. Assim, o aleitamento fortalece o sistema imunológico e reduz as chances de infecções e diarreias.

Logo, a amamentação na Golden Hour apresenta diversos benefícios para mãe e bebê.

Veja também: O desenvolvimento dos sentidos do bebê. Saiba quando os pequenos começam a sentir ouvir e enxergar

Benefícios da Golden Hour para as mães

O que é golden hour do bebê ou a hora dourada

Já sabemos como os corpos das mulheres passam por diversas mudanças ao longo da gestação, tanto físicas quanto hormonais e emocionais. E a Golden Hour pode ajudar a navegar várias dessas mudanças após o nascimento do bebê.

A ocitocina liberada no corpo, por exemplo, pode:

  • Colaborar para que o útero volte ao tamanho normal;
  • Reduzir o estresse;
  • Diminuir as chances de estresse pós-traumático e depressão pós-parto.

Além disso, a amamentação também apresenta benefícios para a mãe, entre eles:

  • Favorece a descida do leite;
  • Diminui os riscos de hemorragia;
  • Melhora a ejeção de leite para o bebê;
  • Controla a pressão arterial;
  • Reduz as chances de eclâmpsia.

Veja também: O segundo filho. Confira algumas das principais mudanças que ele traz à família e como lidar com elas

Como solicitar a Golden Hour no hospital?

É natural que as mães criem um plano de parto para que tenham maior segurança nesse momento tão importante. Nesse sentido, o diálogo é primordial, pois é preciso comunicar à equipe médica os desejos da mãe. Dessa maneira, o plano de parto deixa claro os procedimentos que a mãe quer que sejam realizados, entre eles pode estar o direito à Golden Hour – desde que a criança esteja saudável ao nascer e não precise de cuidados emergenciais.

Leia também: 10 dicas para mães de primeira viagem que vão ajudar na gestação e na maternidade

Golden Hour e cesárea: a hora dourada também é possível em cesarianas!

Golden hour e cesariana

A cesárea é um tipo de parto mais invasivo, que pode ser feito por opção ou por necessidade, dependendo do caso. Porém, cabe ressaltar que mesmo que seu parto seja cesariana, ainda é possível ter a Golden Hour!

Mesmo que a cirurgia ainda esteja em curso, a criança pode ficar no colo da mãe para que esse momento seja respeitado. Como já foi dito, esses primeiros momentos entre mãe e bebê podem ser feitos desde que o recém-nascido não precise de atenção imediata.

Caso a mãe não possa ter a Golden Hour, o bebê pode ser colocado no colo do pai nessa primeira hora de vida. Esses instantes também são marcantes para os pais, e eles devem ser encorajados para aproveitarem esse momento com os pequenos.

A hora dourada: um momento único para mamãe e bebê

Em um primeiro momento, pode parecer “apenas” uma hora. Porém, são 60 minutos, 3.600 segundos (ou um pouquinho menos, contando o tempo que o bebê leva entre sair do ventre da mamãe e ser transportado para o colo) da mais pura interação entre a mãe e o bebê.

São olhares, cheiros, toques e uma troca maravilhosa de afeto e calor humano entre esses dois seres que estarão interligados para sempre em suas vidas, o que certamente ficará marcado, em especial na mente da mamãe, mas que trará grandes benefícios a ambos no decorrer de suas vidas.

Sem dúvidas, o nascimento é incrível, mas acompanhar o crescimento e a evolução das crianças no dia a dia também é algo extraordinário! A leitura apresenta muitos benefícios e você pode incentivar esse hábito desde a primeira infância.

Depois de conhecer o que é Golden Hour, para ter outros momentos magníficos com seus pequenos, conte com o clube de leitura do Quindim para receber livros especialmente selecionados todos os meses na sua casa e, assim, alimentar a imaginação da família!

Assine o Clube Quindim

APROVEITE ESTE MOMENTO PARA INCENTIVAR A LEITURA!