No mês de junho, o Clube Quindim enviou livros imperdíveis, incluindo vários livros de animais incríveis que vão divertir e emocionar toda a família! Venha conhecer um urso em busca de um filhote, um crocodilo um tanto quanto diferente, um pássaro cuco muito esperto e um coelho super fofo que protagoniza o nosso lançamento exclusivo do mês!

Livros de animais para pré-leitores (0 a 2 anos)

livros de animais incríveis: o urso que queria ser pai
Autor: Wolf Erlbruch
Editora: Companhia das Letrinhas

O urso que queria ser pai

Ao despertar do seu sono, o urso tem um desejo: tornar-se pai. Mas como ele poderia fazer isso? Será que pode puxar um ursinho dos nabos? Ou então será que a cegonha que lhe trará um filhote? Ele vai atrás de respostas até descobrir, por fim, como pode ter um bebê. Se o seu pequeno já começou a falar, talvez você já tenha ouvido esta pergunta: de onde vêm os bebês? Afinal, é uma dúvida frequente para as crianças, que estão no processo de descobrir o mundo e entender a estrutura de sua família. Este livro responde de diversas formas essa pergunta, porque, justamente, não há uma resposta única para ela. Afinal, sabemos que cada espécie pode gerar seus filhotes de um jeito diferente. Isso é interessante para que o pequeno comece a compreender as diferenças entre os animais, e até mesmo as diferenças entre as famílias, que podem ter um filho adotivo, biológico etc. Há várias formas de ter um filhinho!

livros de animais: Bruxa, Bruxa venha à minha festa
Escritor: Arden Druce
Ilustrador: Pat Ludlow
Editora: Brinque-Book

Bruxa, bruxa, venha a minha festa

Um convite leva a outro, que leva a outro, que leva a outro… Este livro brinca com a repetição de uma mesma estrutura e ilustrações assustadoras para divertir os pequenos. Talvez lhe pareça estranho que uma obra infantil traga tantos seres amedrontadores em sua história. Entretanto, bruxas, duendes, lobos etc. fazem parte da cultura da infância, fascinam e podem ajudar a criança a vivenciar os seus medos na segurança do abraço de pais e mães. É muito comum, e até mesmo natural, que queiramos proteger nossos pequenos de sensações desconfortáveis, como o medo, entretanto, é essencial elaborar essas emoções, compreendê-las, aprender a nomeá-las.

Veja também: Quando o medo do filho é reflexo do medo dos pais

Livros de animais para leitores iniciantes (3 a 5 anos)

Livros de animais: Feio, eu? Livros da Matriz
Escritora: Silvana Tavano
Ilustradora: Mariana Demuth
Editora: Livros da Matriz

Feio, eu?

Se você estiver procurando livros de animais que vivem na selva, retratados em ilustrações incríveis e com uma história capaz de emocionar desde os pequenos até os mais velhos, então vai adorar o nosso lançamento exclusivo Feio, eu? Neste livro, uma ofensa desencadeia sensação de dúvida no coelho: afinal, ele é feio? E desata a fazer essa pergunta a todos os animais que encontra ao seu redor. Um livro ilustrado sensível e profundo, que desperta reflexão sobre autoimagem e a necessidade de validação externa.

Veja também: Autoestima: por que educar crianças para amarem seus corpos

livros de animais: casa do cuco
Autor: Alexandre Camanho
Editora: Pulo do gato

A casa do cuco

Em uma antiga floresta, um cuco servia de sentinela para proteger todos os animais das investidas de uma bruxa maldosa. E ela tenta de tudo para capturá-lo, até que decide construir uma casa para prendê-lo para sempre. Como em muitos contos de fadas, este livro com animais fabulosos traz aspectos assustadores, ilustrações sombrias, e, além disso, fala de criaturas maldosas que ficam à espreita para atacar. É, então, uma obra que aborda medos comuns da infância: da bruxa, do escuro e “das armadilhas dos seres maléficos que habitam as sombras”. Mas o Cuco serve de sentinela, de proteção, aos animais da floresta e acaba por trazer uma sensação de segurança com o fim da história. Afinal, mesmo trancafiado em seu relógio, ele ainda é capaz de denunciar “os perigos e os mistérios deste mundo”.

Veja também: Medo na infância: como a literatura pode espantar os fantasmas debaixo da cama

Livros de animais para leitores autônomos (6 a 8 anos)

Livros para crianças de 8 anos amarem ler: A maior flor do mundo do José Saramago
Escritor: José Saramago
Ilustrador: João Caetano
Editora: Companhia das Letrinhas

 A maior flor do mundo

Como contar uma história se você não souber contar histórias? Neste livro, em uma brincadeira sobre o ato de escrever, conhecemos, então, o menino que soube salvar uma flor. O narrador deste livro diz, contudo, que não sabe encontrar as palavras certas para escrever um livro para crianças. Mas, afinal, qual o tipo de linguagem ideal para um livro infantil? Quais as palavras certas? Haveria então um livro ideal para adultos e para crianças? Ao entrar nesse jogo com o autor, o leitor perceberá que ninguém nunca teve nem terá esse poder.

as asas do crocodilo
Autor: Gilles Eduar
Editora: WMF Martins Fontes

As asas do crocodilo

Juca pensa que é só um crocodilo esquisito, então faz o possível para se encaixar com os outros de sua espécie. Ele esconde as asas em uma camiseta listrada e procura não espirrar para não queimar a ponta do nariz de ninguém. Mas, sendo tão diferente dos outros, era impossível que a farsa durasse muito tempo, e todos acabam se assustando quando Juca cospe fogo. Então, é Pepelicano que o ajuda a perceber que suas diferenças, que ele via como fraquezas, na verdade eram dons e poderiam ser maravilhosas.

Veja também: Livros para falar sobre diversidade com as crianças

Livros para leitores fluentes (9 a 12 anos)

A praia dos inúteis
Escritor: Alex Nogués
Ilustradora: Bea Enríquez
Tradutora: Maria João Moreno
Editora: Biruta

A praia dos inúteis

Pra que serve um pintor? Ou um músico? Como se ganha a vida? Este livro, no relato de uma menina sobre uma grande mudança em sua vida, aborda essas questões de forma sensível, permeada por humor, e, além disso, nos leva de volta à pré-adolescência e ao olhar mais livre que essa fase nos permite.

Hoje, é muito comum que, ao fazermos algo, chegue-nos uma dúvida: mas para que serve isso? Essa é uma característica desta era da produtividade em que vivemos, em que brincadeiras são necessariamente “educativas”, livros devem ensinar algo, passatempos devem ser formas de aflorar talentos interessantes para possíveis carreiras e por aí vai. O ócio e a contemplação, porém, liberam nossa mente, nos ajudam a nos restabelecer e a nos conectarmos melhor com nós mesmo. É como a literatura de qualidade: ela traz muitos benefícios, mas é em seus vazios e em suas aberturas despropositadas que o leitor se coloca, se encontra e, muitas vezes, se liberta.

Veja também: A criança entediada na era da produtividade

meninos da rua paulo
Autor: Ferenc Molnár
Tradutor: Paulo Rónai
Editora: Companhia das Letras

Os meninos da Rua Paulo

Um dos maiores clássicos da literatura juvenil, este livro traz uma história sobre crescer na cidade, segurar-se aos últimos momentos da infância e, além disso, fala da inevitável passagem para a vida adulta. A Sociedade de Betume vive por determinadas regras, hierarquias, que, ao mesmo tempo em que defendem a infância e tudo que ela representa, emulam a vida adulta.

A obra é permeada por noções de honra, coragem, heroísmo, traição e ainda se movimenta em torno de uma guerra, com ares de narrativa épica. Mesmo inimigos, os meninos da Sociedade de Betume e os camisas-vermelhas se tratam, sem dúvida, com o mesmo respeito de adversários em uma competição de luta que apertam as mãos antes de partirem para o confronto físico.

Assine o Clube Quindim

APROVEITE ESTE MOMENTO PARA INCENTIVAR A LEITURA!