Mostrar a importância da Amazônia a seu filho o fará valorizar uma das maiores riquezas da fauna e da flora mundial, além de construir sua consciência ambiental.

Você já falou sobre a importância da floresta amazônica com seu filho? Este é um assunto fundamental e que deve ser discutido com os pequenos, já que nosso papel, como pais e cuidadores, é orientá-los em relação à preservação da Amazônia e do Meio Ambiente como um todo.

Você pode morar em Manaus, a pouco menos de 250 km da Amazônia, ou em Porto Alegre, a quase 3.200 km de distância, mas a importância de conversar sobre uma floresta tão rica e magnífica é a mesma. Afinal, essa é uma das maiores riquezas naturais que o Brasil tem.

Inclusive, essa importância é tão grande que reflete em outros países, tanto em nossos vizinhos, que abrigam uma parte da floresta, quanto em outras nações que estão do outro lado do mundo. Por isso, quanto mais falarmos sobre ela e mais propriedade tivermos para tal, melhor.

Se você não sabe tão bem qual a importância da floresta amazônica para o mundo, fique tranquilo, pois sempre é hora de aprender e se desenvolver. Nosso artigo de hoje falará sobre isso e ajudará você a abordar o tema com os seus pequenos. Nos acompanhe na leitura!

O que é a floresta amazônica?

Veja a importância da floresta Amazônica

É a maior floresta tropical que existe, correspondente a aproximadamente 54% das florestas tropicais de todo o mundo. Sua área é de 5,5 milhões de km², quase o dobro da área da Argentina (2,78 milhões de km²) e maior que toda a União Europeia (4,325 milhões de km²), por exemplo.

60,3% da Amazônia ficam em território brasileiro, distribuídos entre os estados do Amazonas, Acre, Amapá, Rondônia, Pará e Roraima.

De acordo com uma matéria da BBC News Brasil, a divisão geográfica da floresta amazônica se dá da seguinte forma entre todos os países pelos quais ela se estende:

  • Brasil: 60,3%
  • Peru: 11,3%
  • Colômbia: 6,95%
  • Bolívia: 6,87%
  • Venezuela: 6,73%
  • Guiana: 3,02%
  • Suriname: 2,1%
  • Equador: 1,48%
  • Guiana Francesa: 1,15%

A mesma matéria ainda mostra o percentual de cada país que é ocupado pela Amazônia. Os dados são muito interessantes, já que alguns deles são quase que inteiramente ocupados pela floresta. Veja só:

  • Guiana: 98%
  • Guiana Francesa: 96,5%
  • Suriname: 90,1%
  • Peru: 61%
  • Venezuela: 51%
  • Brasil: 49%
  • Bolívia: 44%
  • Colômbia: 43%
  • Equador: 42%

Embora nós costumemos associar a floresta amazônica ao Brasil, país em que, de fato, a maior parte da sua área se concentra, sua identificação pode ser tão intensa (ou até mais) em outros países, como Guiana, Guiana Francesa e Suriname, todos com mais de 90% de sua área composta pela Amazônia.

Cabe destacar aqui também um conceito importante: o de Amazônia Legal. O termo denota a área que engloba os nove estados brasileiros pertencentes à bacia Amazônica, instituído pelo Governo Federal por meio da Lei nº 1.806, de 6 de janeiro de 1953.

O objetivo da Amazônia Legal é reunir regiões com características idênticas, de modo a planejar melhor o desenvolvimento socioeconômico da região amazônica.

Qual a importância da floresta amazônica para o Brasil?

Qual a importância da Floresta Amazônica

Uma cartilha do IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia) explica muito bem essa importância. Nós vamos resumir alguns pontos aqui:

  • Agricultura: essa é uma área importante, mas que ainda precisa ser intensificada, além do investimento na recuperação de áreas abandonadas em determinadas regiões, de modo a diminuir a pressão sobre as florestas.
  • Biodiversidade e biotecnologia: mesmo que cubra “apenas” 7% da superfície terrestre, a floresta Amazônica tem mais da metade da biodiversidade do mundo. Por isso, seu potencial para o desenvolvimento da biotecnologia é enorme. Você pode conferir mais sobre a biodiversidade brasileira em nosso blog!
  • Ecoturismo: embora a atividade ainda esteja se desenvolvendo no Brasil, ela gera aproximadamente 30 mil empregos diretos e movimenta em torno de R$ 500 milhões por ano.
  • Exploração madeireira: a Amazônia é uma das maiores produtoras de madeira tropical do mundo. Com a exploração racional, torna-se possível reduzir desperdícios, gerar mais empregos, pagar um salário maior, sem esgotar os recursos naturais.
  • Extrativismo: por volta de 25,5 milhões de brasileiros vivem na região amazônica ou na floresta. A extração de produtos não madeireiros (frutos, ervas, resinas, óleos e borracha) contribui economicamente para aproximadamente 400 mil famílias de extrativistas.
  • Mudanças climáticas: as florestas amazônicas funcionam como grandes “armazéns de carbono”, absorvendo boa parte do carbono em seus tecidos vegetais. Quando a floresta é derrubada e queimada, o carbono vai para a atmosfera, o que contribui para o aumento da temperatura da Terra, graças ao efeito estufa. O desmatamento na Amazônia libera 200 milhões de toneladas de carbono por ano (2,2% do fluxo total global), mas ela ainda armazena em suas florestas o equivalente a uma década de emissões globais de carbono.
  • Populações indígenas: de acordo com o censo de 2010 do IBGE, o mais recente disponível até a criação deste conteúdo, o Brasil tinha uma população de 817.963 indígenas. Aproximadamente 13,8% das terras do país são delimitadas aos indígenas, com a Amazônia Legal abrigando a maior parte dessas terras, além de povos que dependem da floresta para sua subsistência e sua cultura.
  • Proteção contra incêndios: as florestas da Amazônia funcionam como barreiras contra incêndios, impedindo que o fogo que vem de pastagens e campos agrícolas se espalhe.
  • Recursos hídricos: com 20% da água doce do planeta, manter a floresta nas margens dos rios evita erosão, assoreamentos e garante alimento a vários organismos aquáticos.
  • Serviços ecológicos: ajuda a garantir a qualidade do solo, dos estoques de água doce e a proteger a biodiversidade, além do equilíbrio climático por meio da evaporação e transpiração das florestas.

Veja também: Biodiversidade, por que a flora e fauna brasileira deveriam estar mais presentes no livro infantil?

Qual a importância da floresta amazônica para o mundo?

A importância da Floresta Amazônica para o mundo

Embora os pontos destacados previamente tenham maior destaque no Brasil e nos países em que a Amazônia está presente, é inegável que sua contribuição é enorme para a preservação do Meio Ambiente em todo o mundo.

Entre todos os pontos citados, cabe destacar a biodiversidade da Amazônia, responsável por mais de 50% da biodiversidade de todo o mundo. Ali, é possível encontrar essências, substâncias para o combate a pragas e para o desenvolvimento de produtos farmacológicos.

Seu potencial para a geração de novas fontes renováveis também é muito grande, o que significa que a floresta amazônica é, de fato, um patrimônio capaz de contribuir com todo o mundo.

Além disso, uma página do Mongabay, com dados da Hansen e do WRI (World Resources Institute), traz a distribuição das principais florestas tropicais de todo o mundo, que mostra como a Amazônia é enorme, tanto em área quanto em importância. Veja só:

  • Floresta amazônica: 54%
  • Floresta do Congo: 17%
  • Floresta da “Australásia” (Nova Guiné, Nordeste da Austrália e ilhas próximas): 7%
  • Floresta de “Sundaland” (Malásia Peninsular, Sumatra, Java, Bornéu e ilhas próximas): 5%
  • Floresta da “Indo-Birmânia” (Cadeia do Himalaia e sopés associados em Nepal, Butão e Índia): 4%
  • No restante dos trópicos: 13%

A partir de agora, quando pensar sobre qual a importância da floresta amazônica para o mundo, será ainda mais fácil responder. Afinal, com uma biodiversidade tão grande e mais de 3 vezes o tamanho da segunda maior floresta tropical do mundo, riqueza não falta para esse recanto da natureza.

Por que ensinar sobre a importância da floresta amazônica para as crianças?

Ensine a importância da floresta amazônica aos seus filhos e conscientize-os sobre a preservação do Meio Ambiente!

Há vários motivos que corroboram para ensinar os pequenos sobre a floresta amazônica, como os seguintes:

  • Desenvolvimento da consciência ambiental. Basicamente, este é um termo que diz respeito à compreensão do Meio Ambiente e das consequências que nossos atos exercem sobre ele. Tal consciência é importante para levar uma vida equilibrada, que busque preservar ao máximo os recursos naturais.
  • Reflexo da consciência ambiental nos hábitos de consumo. O consumismo é uma prática prejudicial em várias esferas, como no orçamento e no autocontrole, além, é claro, do uso excessivo de recursos do Meio Ambiente. Ter consciência ambiental implica na compreensão de que comprar excessivamente não é bom também no quesito ambiental.
  • Incentivo à preservação do Meio Ambiente. De acordo com o INPE, já foram desmatados 729.781,76 km² no Bioma Amazônia e 813.063,44 km² na Amazônia Legal até 2020, áreas maiores que a de países como Espanha, França e Ucrânia. Se nossas crianças entenderem qual a importância de preservar a floresta amazônica, o desmatamento e outras ações prejudiciais ao Meio Ambiente tendem a diminuir. E, para ajudar a falar sobre meio ambiente com os pequenos, você pode conferir a nossa lista de livros sobre o meio ambiente.
  • Valorização da fauna e da flora brasileiras. Além de tudo, não podemos deixar de destacar a valorização do que o nosso país tem a oferecer para a fauna e a flora, respaldado pela biodiversidade que já comentamos aqui. Sem dúvidas, somos um dos países mais agraciados em termos de natureza de todo o mundo, o que merece ser destacado e defendido. Você também pode conferir em nosso blog como explicar para as crianças quais são os impactos do desmatamento das nossas florestas.

Veja também: Explicando para as crianças: quais são os impactos do desmatamento?

Como despertar o interesse das crianças pela floresta amazônica?

A importância da Floresta Amazônica. Fauna e flora brasileira. Biodiversidade

Já ficou bem claro que devemos falar sobre qual a importância de preservar a floresta amazônica para os nossos pequenos, mas é aí que bate aquela dúvida: como fazer isso?

Para lhe ajudar, nós separamos algumas ideias que devem instigar a curiosidade e a imaginação das crianças e, assim, aumentar seu interesse em relação à Amazônia. Veja só:

Série “Sítio do Picapau Amarelo” (2001-2007)

Sem dúvidas, essa é uma série icônica e que marcou a infância de muita gente. Baseada na série de livros escrita por Monteiro Lobato, ela aborda várias histórias do folclore brasileiro, além de personagens dos contos de fadas.

Além disso, a série também fala sobre a preservação do Meio Ambiente. Inclusive, o primeiro episódio da quarta temporada, “A Menina da Selva”, teve cenas gravadas na Amazônia.

As três primeiras temporadas da série estão disponíveis para assinantes no Globoplay.

Veja também: Histórias do Folclore brasileiro: ensine aos seus filhos e valorize a riqueza de nossa cultura

Livros sobre a Amazônia

Engajados com a importância da floresta amazônica e de sua preservação, o nosso Clube de Leitura Quindim já enviou aos assinantes vários livros infantis com a diversidade da Amazônia, como os seguintes:

  • Guayarê: o menino da aldeia do Rio (Yaguarê Yamã, Editora Biruta);
  • Tapajós (Fernando Vilela, Editora Brinque-book);
  • Abaré (Graça Lima, Editora Paulus);
  • As serpentes que roubaram a noite e outros mitos (Daniel Munduruku, com ilustrações de crianças da aldeia Katô, Editora Peirópolis);
  • Falando Tupi (Yaguarê Yamã, com ilustrações de Geraldo Valério, Editora Pallas);
  • A boca da noite (Cristino Wapichana, com ilustrações de Graça Lima, Editora Zit).

O clube de assinatura infantil do Quindim envia regularmente outros títulos que abordam o tema e, assim, podem fazer os pequenos levarem sua imaginação às alturas com histórias que falam sobre a Amazônia e trabalham com o desenvolvimento de sua consciência ambiental com o apoio da literatura.

Assim, enquanto se divertem, as crianças ainda entram em contato com esse bioma fascinante. Além disso, por sermos um país que sofre com a colonização cultural, é muito importante que os pequenos tenham contato desde cedo com elementos da nossa cultura. Com livros que ilustram o nosso país, a nossa fauna, a nossa flora e o nosso povo. Dessa forma, podemos nos entender e valorizar ainda mais a nossa cultura.

Veja também: 8 livros infantis com a diversidade da Amazônia

Visita presencial à Amazônia

Se você mora perto da floresta amazônica ou tem a possibilidade de visitá-la, essa é uma ótima forma de destacar sua importância para os pequenos, que verão a imensidão da Amazônia com seus próprios olhos.

Algumas das principais atrações da região são as seguintes:

  • CIGS’s Zoo;
  • Encontro das Águas;
  • Museu da Amazônia;
  • Parque Estadual Sumaúma;
  • Parque Nacional de Anavilhanas;
  • Parque Nacional do Jaú;
  • Parque Nacional do Mindu.

Visita virtual à Amazônia

Veja qual a importância da floresta Amazônica. Visite a Amazônia sem sair de casa

Como as visitas presenciais não são uma possibilidade para todos, trouxemos uma opção mais democrática (e gratuita): uma visita virtual, especificamente na Bacia do Rio Amazonas.

Feita por meio do Google Street View, ela mostra a floresta amazônica em toda a sua imponência e riqueza de detalhes, com imagens lindas e que transportarão as crianças em uma verdadeira viagem virtual.

Para fazer este tour, basta clicar aqui.

Esperamos que essas dicas ajudem a mostrar qual a importância de preservar a floresta amazônica, riqueza natural de valor inestimável para o Brasil e para todo o mundo.

E você, como fala sobre a importância da floresta amazônica com seus pequenos? Tem mais alguma sugestão? Deixe sua opinião aqui nos comentários e até a próxima!

*Imagem da capa retirada do livro Naro, o gambá, escrito por Ciça Fittipaldi.

Assine o Clube Quindim

APROVEITE ESTE MOMENTO PARA INCENTIVAR A LEITURA!