Entenda o que é pico de crescimento do bebê e quando esse momento deve chegar para o seu pequeno.

“Nossa, parece que o bebê cresceu da noite pro dia!” Aí está uma frase que muitos pais, mães e cuidadores já devem ter dito ou ao menos pensado. Afinal, às vezes, temos a impressão de que os pequenos aumentaram de tamanho de repente, da noite para o dia, e isso realmente pode acontecer, graças aos picos de crescimento do bebê.

É comum haver algumas dúvidas sobre este tema, de quando começam os picos de crescimento do bebê até quando eles costumam acontecer, além de sua relação com os saltos de desenvolvimento e com eventuais mudanças de comportamento.

Se você tem essas e outras dúvidas, fique tranquilo! Continue conosco e aprenda tudo o que você precisa saber sobre o famoso e encantador salto do crescimento!

O que são os picos de crescimento do bebê?

picos de crescimento do bebê o que são

Sem querer ser repetitivo, é justamente o que parece: picos de crescimento, ou seja, momentos em que os bebês crescem mais rápido do que costumam.

Durante os 12 primeiros meses, os bebês crescem mais rápido do que em qualquer outro período de suas vidas. Só para você ter uma ideia, dá uma olhada no aumento do peso do bebê ao longo do tempo:

  • Entre o quarto e o sexto mês de vida: os bebês geralmente dobram o seu peso de parto;
  • Até o primeiro ano de idade: o peso dos bebês costuma ser três vezes maior do que quando nasceram;
  • Aos dois anos de vida: os bebês costumam ter quatro vezes mais peso do que quando nasceram.

Sendo assim, na média, é como se um bebê que nasceu com 3,5 kg chegue aos 7 kg entre os 4 e 6 meses de vida; aos 10,5 kg com um ano de idade; e aos 14 kg com dois anos!

Porém, mais uma vez, queremos deixar claro que isso é apenas uma estimativa, já que cada bebê tem o seu ritmo de crescimento (assim como acontece com jovens e adultos).

A cada consulta, o pediatra verifica o peso, a altura e a circunferência da cabeça para acompanhar sua curva de crescimento, que tem uma média e um intervalo para mais ou para menos.

Caso algo não esteja de acordo com o esperado, o pediatra irá avisar aos pais e responsáveis, mas o fato de não seguir a essa média de crescimento não deve ser nenhum motivo de preocupação, especialmente se o bebê estiver saudável, comendo bem e crescendo no seu próprio ritmo.

O que acontece no salto de crescimento?

picos de crescimento do bebê

Durante os picos de crescimento do bebê, os pequenos ganham mais peso e altura do que fora dos picos. É por isso que dissemos que nem sempre é coisa da sua imaginação que os pezinhos crescem do dia para a noite ou que aquela roupinha que estava confortável já parece apertada.

De acordo com um estudo publicado no períodico Scientific Reports, há três fases de crescimento distintas na vida de uma criança, que são as seguintes:

  • Fase 1: crescimento rápido e em desaceleração na infância, que geralmente dura até os três anos;
  • Fase 2: fase da infância com aumento estável na altura;
  • Fase 3: picos de crescimento na adolescência que duram até se atingir a altura adulta.

Em outras palavras, isso significa que os bebês estão em um constante estágio de crescimento até mais ou menos seus três anos de idade. Porém, este crescimento é muito (muito mesmo!) mais rápido enquanto eles são bebês e tende a diminuir um pouco no restante da infância.

Podemos pensar nos picos de crescimento do bebê como um triângulo de ponta cabeça, com muito crescimento rápido acontecendo na primeiríssima infância, que desacelera gradualmente até os três anos.

Veja também: Como estimular a fala do bebê? Confira 10 dicas

Geralmente, quando ocorrem os picos de crescimento?

Nós sabemos que os bebês têm o seu próprio ritmo. Por isso, nem sempre as fases chegam ao mesmo tempo para todos, e não é diferente com os picos de crescimento do bebê.

Ainda assim, você pode se basear na seguinte tabela de picos de crescimento do bebê:

  • De 1 a 3 semanas;
  • 6 semanas;
  • 3 meses;
  • 6 meses;
  • 9 meses.

Essa não é uma regra imutável, mas, sim, uma média, já que alguns bebês podem ter saltos de crescimento menos intensos que outros, e os picos podem ocorrer mais cedo ou mais tarde de acordo com o ritmo de cada pequeno.

Geralmente, os picos de crescimento do bebê duram de poucos dias a uma semana, ou seja, são bem rápidos.

Picos de crescimento e desenvolvimento do bebê são a mesma coisa?

picos de crescimento do bebê

Não. Essa é uma das principais confusões em relação ao desenvolvimento dos bebês, mas cada termo representa um acontecimento diferente.

Os picos de crescimento em bebê representam um desenvolvimento físico acelerado, como em sua altura e peso; ao passo que os saltos de desenvolvimento são relacionados às suas habilidades, ou seja, é quando eles aprendem coisas novas.

Nos saltos de desenvolvimento, os pequenos aprendem habilidades sensoriais, motoras, sociais, linguísticas e cognitivas que eles ainda não conheciam.

Alguns sinais de saltos de desenvolvimento são quando eles descobrem que têm mãozinhas e pezinhos, passam a reconhecer vozes, apontam para objetos ou começam a andar, por exemplo.

De fato, os picos de crescimento e os saltos de desenvolvimento podem acontecer bem perto um do outro, às vezes até compartilhando alguns dias, mas são dois acontecimentos distintos.

Para maiores informações sobre essas fases tão incríveis e maravilhosas, acesse nosso artigo sobre saltos de desenvolvimento do bebê e tire suas dúvidas sobre o assunto.

Veja também: Saltos de desenvolvimento do bebê: o que são e como lidar com as mudanças

Como saber se o bebê está em um pico de crescimento?

picos de crescimento do bebê

Nós vimos anteriormente que não adianta muito se basear apenas no calendário, já que os picos variam de acordo com cada bebê. É aí que você se pergunta: afinal, como saber se o meu bebê está em um pico de crescimento?

Os seguintes sinais costumam ser comuns nesta fase:

  • Mais fome. Se o bebê começa a mamar em menores intervalos ou não parece tão satisfeito depois de terminar sua mamadeira de leite materno ou de fórmula, o aumento do apetite pode ser um sinal de que eles estão precisando de mais energia para seus corpinhos em crescimento.
  • Mesmo os bebês mais calminhos podem ficar um pouco irritados durante os picos de crescimento. São vários os motivos que podem causar isso, do aumento da fome às mudanças no sono e até mesmo às dores do crescimento.
  • Mudanças no sono. Este é outro sinal que pode estar diretamente relacionado com o aumento de fome. A mudança pode ir de sonecas mais rápidas, mais despertares durante a noite ou, em casos mais raros, sonecas mais longas ou frequentes. Um estudo publicado no periódico Sleep sugere que crises de sono aumentadas são um dos sinais de aumento de altura dentro das próximas 48 horas.

O que fazer durante os picos de crescimento em bebê?

picos de crescimento do bebê

Depois de saber o que os pequenos costumam demonstrar, chegou a hora de saber o que os adultos devem fazer para ajudá-los neste processo e para lidar com ele da melhor maneira possível. Veja só:

  • Alimente-os quando estiverem com fome. Se os bebês quiserem mamar mais, deixe-os fazer isso sem preocupação. Pode ser que os intervalos entre as mamadas passem de 3 horas para 2 horas (ou até menos). Geralmente, isso dura apenas alguns dias e ajuda a mãe a regular a produção de leite. Se o bebê toma fórmula ou leite materno na mamadeira, é uma boa ideia oferecer um pouco mais quando costumam mamar ou mesmo entre as refeições.
  • Ajude-os a dormir. É essencial seguir o ritmo dos bebês em relação ao descanso. Afinal, de acordo com um estudo publicado no European Respiratory Journal, a liberação do hormônio do crescimento aumenta bastante durante o sono, especialmente à noite. Mesmo que eles acordem mais à noite, o que também pode modificar um pouco a rotina de sono dos adultos, é por um ótimo motivo.
  • Faça o possível para acalmar o bebê. Se perceber que o bebê está muito nervoso, tente acalmá-lo com contato pele a pele, um bom banho, passeios no parque ou mesmo com o auxílio da leitura. Neste caso, o clube de assinatura infantil do Quindim pode ajudar bastante!
  • Não se esqueça de também cuidar de você. Essas mudanças também afetam as mamães, papais e cuidadores. Por isso, cuide da sua alimentação e do seu descanso e não deixe de contar com a ajuda de quem puder. Faça bom uso da sua rede de apoio!
  • Se notar algo diferente, procure seu médico. Caso você note algum sinal diferente do que costuma acontecer nos picos de crescimento do bebê, ou mesmo se quer algum tipo de ajuda profissional, não hesite em procurar um pediatra de confiança, que certamente poderá ajudar você.

Veja também: Birra, veja por que acontece e como lidar com ela

Picos de crescimento do bebê: fases maravilhosas em seu desenvolvimento

picos de crescimento do bebe como lidar

Os bebês realmente crescem rápido – como vimos, às vezes durante uma única noite. Por isso, ainda que esses momentos sejam um pouco cansativos, mantenha a calma e contemple a maravilha que é ver o seu pequeno crescer e se fortalecer.

Esperamos que este conteúdo tenha lhe ajudado entender o que é pico de crescimento do bebê, quando acontecem esses picos, como identificá-los e o que fazer durante um pico de crescimento.

Como foram os picos de crescimento do bebê aí na sua casa? Quais foram os sinais que eles demonstraram? E o que vocês fizeram para ajudá-los nessa tarefa? Deixe sua opinião aqui nos comentários – ficaremos muito felizes em ler e responder.

Assine o Clube Quindim

APROVEITE ESTE MOMENTO PARA INCENTIVAR A LEITURA!