Festival Literário: Como criar crianças antirracistas – a estética além da representatividade na literatura infantil

Em mais um encontro do Festival Literário Quindim On-line, Renata Nakano, idealizadora e, além disso, diretora do Clube Quindim, recebeu Cidinha da Silva, Edson Ikê e Kiusam de Oliveira para falar sobre a representatividade negra na literatura infantil para criar crianças antirracistas.

Na Live, os convidados conversaram sobre suas experiências com uma literatura infantil que busca não apenas trazer representatividade negra mas também tratar as personagens negras com dignidade, libertando-as dos estereótipos que as limitavam até então.



O festival literário quindim on-line

O Festival Literário Quindim On-line, um evento idealizado para discutir literatura infantil em seus mais variados aspectos, começou em julho, com uma primeira mesa no dia 23 de julho e será então dividido em seis ciclos até o fim de 2020. Esta foi a penúltima mesa do primeiro ciclo, entretanto, em breve traremos a nova programação. Fique de olho!

conheça os convidados da mesa "como criar crianças antirracistas: a estética além da representatividade na literatura infantil"

Cidinha da Silva como criar crianças antirracistas

CIDINHA DA SILVA

Premiada escritora e editora da Kuanza Produções, com 17 livros publicados entre os gêneros crônica, conto, ensaio bem como literatura infantil e juvenil. Presidiu o Geledés – Instituto da Mulher Negra e fundou o Instituto Kuanza, além disso, foi gestora de cultura da Fundação Cultural Palmares. Suas obras trabalham não só africanidades, orixalidades, ancestralidades, mas também o diálogo entre tradições (africanas, afro-brasileiras, afro-diaspóricas e afro-indígenas). 

Edson Ikê como criar crianças antirracistas

EDSON IKÊ

Músico, ilustrador e ao mesmo tempo artista gráfico, trabalhou como educador em diversas ONGs, e hoje pesquisa também artes africanas, uma marca de seu trabalho em obras como Zumbi assombra quem? e O mundo se despedaça. Busca escapar às armadilhas dos estereótipos para representar personagens negras sem limitá-las. Além disso, ministra palestras e oficinas criativas para faculdades, espaços culturais e festivais. Ikê não apenas atua como designer, mas também é trompetista na banda de jazz Conde Favela Sexteto.

Kiusam de Oliveira

KIUSAM DE OLIVEIRA

Bailarina, escritora e professora, doutora em Educação pela USP. Com mais de 25 anos de carreira como educadora, atuou em todas as fases da educação básica e hoje é professora da Universidade Federal do Espírito Santo. Foi Chefe de Educação Especial de Diadema-SP e além disso assessorou a implementação da Lei 10.639/03, que incluiu como obrigatoriedade o ensino de história e cultura afro-brasileira e africana nas escolas. Suas obras infantis tratam de questões étnico-racias de forma inclusiva, digna e ao mesmo tempo poética.

ONDE ASSISTIR AO FESTIVAL LITERÁRIO

Toda quinta, até o fim de 2020, teremos novos eventos às 20h, com transmissão simultânea nos canais do Clube Quindim: Facebook, Instagram e além disso no YouTube. Siga-nos em todas as redes sociais pra não perder as próximas!