A pluralidade cultural no Brasil é uma grande riqueza, e falar sobre isso para as crianças só tende a valorizar essa diversidade.

A diversidade cultural no Brasil é um assunto merecidamente muito exaltado por aqui. Afinal, quantas vezes já não ouvimos (ou até dissemos) que a pluralidade cultural é uma grande riqueza do nosso povo?

Porém, por mais que isso às vezes seja repetido quase como uma frase de efeito, das escolas às conversas informais com amigos, é importante entender o que é diversidade cultural e como o povo brasileiro foi formado.

Nos acompanhe na leitura para aprender mais sobre o assunto e entender o que torna o Brasil um dos países mais plurais e diversos em relação à cultura.

O que é diversidade cultural?

Diversidade cultural no Brasil - O que é diversidade cultural

De acordo com o Lexico, “diversidade cultural é a existência de uma variedade de culturas ou grupos étnicos dentro de uma sociedade”.Uma explicação mais ampla pode derivar da definição de multiculturalismo, sinônimo de diversidade cultural, feita por Caleb Rosado, Reitor Associado de Artes e Ciências do Odessa College e Doutor em Sociologia pela Northwestern University, em seu texto What Makes a School Multicultural?.

Segue, na íntegra, o trecho em que ele explica o que é multiculturalismo, em tradução livre:

“Multiculturalismo é um sistema de crenças e comportamentos que reconhece e respeita a presença de todos os grupos diversos em uma organização ou sociedade, reconhece e valoriza suas diferenças socioculturais, e encoraja e permite sua contribuição continuada dentro de um contexto cultural inclusivo que empodera todos dentro da organização ou sociedade.”

Um passo antes disso, porém, passa por conhecer a definição de cultura, o que permite entender o significado de diversidade cultural em sua plenitude. De acordo com o dicionário Merriam-Webster, alguns dos significados de cultura são os seguintes, também em tradução livre:

  • As crenças habituais, formas sociais e traços materiais de um grupo racial, religioso ou social.
  • Os traços característicos da existência cotidiana (como as diversidades ou os modos de vida) compartilhados por pessoas em algum lugar ou período de tempo.
  • O conjunto de atitudes, valores, objetivos e práticas compartilhadas que caracterizam uma instituição ou organização.
  • O conjunto de valores, convenções ou práticas sociais associadas com um campo, atividade ou característica social em particular.
  • O padrão integrado do conhecimento, das crenças e do comportamento humano que depende da capacidade de aprender e transmitir conhecimento para as próximas gerações.

Isto posto, temos que a diversidade cultural é algo valiosíssimo, cuja existência reflete o modo de vida dos diferentes grupos que constituem uma sociedade e das características que os fazem ser parte de algo em comum.

Veja também: 5 filmes sobre diversidade cultural para assistir com as crianças

Por que a pluralidade cultural no Brasil é tão forte?

Diversidade cultural no Brasil. A pluralidade brasileira

No início do artigo, nós comentamos como a diversidade cultural no Brasil é enorme. Mas os motivos por trás disso são bastante complexos e dolorosos, e é preciso relembrar um pouco a nossa História para entender a questão:

Em 1500, os portugueses, sob o comando de Pedro Álvares Cabral, invadiram o território que veio a ser chamado de Brasil. Os povos nativos, porém, já o habitavam quando os europeus chegaram. E, ao longo de mais de 300 anos de colonização, mais de 5,4 milhões de africanos foram violentamente sequestrados de seu continente e trazidos para cá como escravos, de acordo com a BBC.

Portanto, desde as bases da formação do povo brasileiro, já temos três vertentes culturais diferentes: as europeias, as indígenas e as africanas. Isso resulta em uma intensa pluralidade cultural, vinda de um processo de colonização violenta e forçada.

Chegada de outras culturas após a independência

Além das culturas que fazem parte da formação do Brasil, o país foi o destino de muitos imigrantes ao longo da história. De acordo com a revista Superinteressante, as maiores levas de imigração para o país foram as seguintes:

  • Portugueses: mais de 1,6 milhão, a partir da metade do século XIX (embora estejam presentes desde o começo da colonização europeia, são considerados imigrantes os que chegaram depois da independência do Brasil, em 1822)
  • Italianos: mais de 1,5 milhão, a partir de 1870
  • Espanhóis: mais de 700 mil, a partir de 1872
  • Alemães: mais de 200 mil, a partir da primeira metade do século XIX
  • Turcos (vindos da Sìria, Líbano e outros pontos do Oriente Médio, mas à época, essas regiões faziam parte do Império Turco-Otomano): mais de 50 mil, a partir de 1870
  • Japoneses: por volta de 250 mil, a partir de 1907

Atualmente, o Brasil continua sendo um destino bastante procurado para imigração – o que também aumenta nossa diversidade cultural. O Resumo Executivo do Relatório Anual 2020 do OBMigra mostrou que foram registrados mais de 1,085 milhão de imigrantes de 2011 a 2019 no Brasil.

Dimensões “continentais”

Você já deve ter ouvido falar que o Brasil tem dimensões continentais, não é? Isso acontece porque o território do nosso país é tão grande que pode ser comparável à área de um continente.

Apenas por curiosidade, tudo surgiu por conta da Austrália, que tem uma área de 7,692 milhões de km², equivalente a 90,22% da área total da Oceania (8,526 milhões de km²), ou seja, um país realmente continental.

Porém, outros cinco países possuem uma área maior que a da Austrália, que são os seguintes, em valores aproximados:

  • Rússia: 17,098 milhões de km²
  • Canadá: 9,985 milhões de km²
  • Estados Unidos: 9,832 milhões de km²
  • China: 9,6 milhões de km²
  • Brasil: 8,516 milhões de km²

Comparativamente (e com algumas aproximações), o Brasil é tão grande que a área de cada unidade federativa é comparável com a área de nações inteiras, como mostra o mapa a seguir, extraído de uma notícia da Revista Galileu:

Diversidade cultural no Brasil. Pluralidade

Portanto, com dimensões tão grandes, é de se esperar uma grande diversidade entre as culturas dos estados e unidades federativas, o que só fortalece a pluralidade cultural no Brasil.


Veja também: 7 livros sobre o meio ambiente para educação infantil

Exemplos de diversidade cultural no Brasil

Depois de conhecer a definição de cultura, de diversidade cultural e alguns dos motivos que tornam o Brasil um destaque nesse sentido, vale conferir alguns exemplos de diversidade cultural.

Nós separamos algumas das principais manifestações pelo país, as quais serão apresentadas a seguir. Vale lembrar que elas podem ser mais fortes em uma região do país do que em outra, mas isso não significa que tais manifestações sejam exclusivas a apenas um local. Confira:

Manifestações culturais no Centro-Oeste

  • Artesanato: objetos de madeira, pedras semipreciosas, artigos de tapeçaria, olaria.
  • Culinária: arroz com pequi, caldo de piranha, caribéu pantaneiro, galinhada com pequi, mojica de pintado.
  • Danças: cirandinha, chupim, cururu, siriri, xote.
  • Festas: Cavalhada, Festa do Divino, Fogaréu, Folia de Reis, Nossa Senhora dos Navegantes, Romarias do Divino Pai Eterno.
  • Folclore: Arranca-Línguas, Lobisomem, Mãe-do-Ouro, Minhocão do Pari, Romãozinho.
  • Músicas: Guarânia, Moda de Viola, Rasqueado, Sertanejo.

Manifestações culturais no Nordeste

  • Artesanato: peças em argila, madeira e palha, garrafas enfeitadas com areia colorida, redes tecidas à mão.
  • Culinária: acarajé, baião de dois, buchada de bode, cuscuz, moqueca, paçoca de carne, tapioca, vatapá.
  • Danças: Bumba meu boi, forró, frevo, torém, xaxado.
  • Festas: Festa de Iemanjá, Lavagem do Bonfim, Mossoró Cidade Junina, Reisado (ou Folia de Reis), São João de Caruaru.
  • Folclore: Barba Ruiva, Cabeça de Cuia, Cabra Cabriola, Cidade Encantada de Jericoacoara, Papa-figo, Quibungo.
  • Literatura: cantadores de repentes e embolada, literatura popular de cordel.
  • Músicas: axé music, baião, forró, frevo.

Manifestações culturais no Norte

  • Artesanato: arte plumária, artefatos de sementes nativas, cerâmica, trançado.
  • Culinária: açaí, caldeirada de tambaqui, maniçoba, pato no tucupi, tacacá.
  • Danças: camaleão, carimbó, dança do maçarico, desfeiteira, marujada, retumbão.
  • Festas: Cavalhada, Círio de Nazaré, Festival de Parintins, Festa do Divino, Folia de Rei.
  • Folclore: Açaí, Amazonas, Boto, Cobra Grande, Mandioca, Vitória-régia.
  • Músicas: calypso, marabaixo.

Manifestações culturais no Sudeste

  • Artesanato: bordados, cerâmicas, moringas, panelas, redes.
  • Culinária: cuscuz paulista, feijão tropeiro, feijoada, moqueca, pão de queijo, virado à paulista.
  • Danças: bate flechas, capoeira, caxambu, fandango, mineiro-pau, samba de lenço.
  • Festas: Carnaval, Festa do Peão de Boiadeiro, Festa do Senhor Bom Jesus de Pirapora, Festas Juninas.
  • Folclore: Bicho-papão, Cavalo Invisível, Lobisomem, Mula sem cabeça.
  • Músicas: bossa nova, choro, lundu, pagode, samba, funk carioca.

Manifestações culturais no Sul

  • Artesanato: artesanato em madeira, entalhes em madeira, fabricação de porcelana, pêssankas, tecelagem em cerâmica e em fibras naturais.
  • Culinária: barreado, carreteiro de linguiça, churrasco, farofa de pinhão, marreco assado, repolho-roxo.
  • Danças: balaio, chamamé, chimarrita, chula, dança das fitas, fandango.
  • Festas: Festa da Uva, Festa de Nossa Senhora dos Navegantes, Oktoberfest.
  • Folclore: Boitatá, Curupira, Negrinho do Pastoreio, Saci-pererê.
  • Músicas: bugio, facão, música de bandas, sertanejo.

Veja também: Histórias do Folclore brasileiro: ensine aos seus filhos e valorize a riqueza de nossa cultura

Valorize a diversidade cultural no Brasil e passe isso aos pequenos!

A importância da diversidade cultural no Brasil

No Brasil, reunimos manifestações culturais de vários lugares do mundo no mesmo país, o que comprova como o Brasil é um verdadeiro acervo cultural e uma vitrine para o mundo.

Além de comentar sobre o multiculturalismo com os seus filhos, netos, sobrinhos e outras crianças de sua convivência, outra forma de incentivar a diversidade cultural é o clube de leitura do Quindim. Assim, elas receberão mensalmente obras literárias brasileiras e de vários outros países em sua casa, o que ajuda a disseminar diferentes culturas!

Assine o Clube Quindim

APROVEITE ESTE MOMENTO PARA INCENTIVAR A LEITURA!