São muitos os benefícios da natação para crianças, que pode ser a primeira atividade esportiva praticada por elas!

Você conhece os benefícios da natação infantil? Se ainda não conhece, então prepare-se, pois, com eles, você terá ainda mais vontade de levar o seu pequeno para nadar!

Provavelmente você já deve ter escutado por aí que nadar é um exercício completo, já que mexe quase vários músculos e articulações. Dessa maneira, o esporte é uma ótima opção para os pequenos e ajuda no fortalecimento muscular, sobretudo na fase de crescimento.

A natação infantil tem inúmeros benefícios, como ajudar no desenvolvimento das crianças, tanto físico quanto psicológico e emocional. A prática de exercícios é recomendada em qualquer idade, para que os pequenos não fiquem sedentários.

A natação na infância é justamente uma boa pedida para tirar a criançada do sofá. Afinal, é difícil achar uma criança que não gosta de se jogar na piscina, não é mesmo?

Venha acompanhar quais são os benefícios e descubra quando os pequenos podem começar a fazer aulas de natação!

Quais são os benefícios da natação infantil para o desenvolvimento dos pequenos?

Com a pandemia e tantas questões mantendo as crianças em casa, no sofá, é natural que a atividade física deixe de ser uma prioridade. Mas crianças sedentárias tendem a se tornarem adultos sedentários e correm mais riscos de desenvolver uma série de doenças.

Entretanto, em vez de falar dos problemas causados pela falta de atividade física, vamos focar nos benefícios que a natação traz para os pequenos. Confira!

Liberação de endorfinas

Os exercícios físicos já são conhecidos por liberarem muitas substâncias de ótima qualidade em nossos corpos, e com as crianças isso não seria diferente, um dos grandes benefícios da natação infantil.

Ao nadar, os pequenos também liberam endorfinas, que são muito benéficas. Esses hormônios fortalecem o sistema imunológico, permitem o crescimento das células, deixam o organismo mais resistente a vírus e bactérias e ainda ajudam a criar novas ligações neurais.

O aumento do fluxo sanguíneo com endorfinas reduz naturalmente dores no corpo e deixa somente aquela sensação gostosa de bem-estar.

Melhora do sistema respiratório

Conheça os benefícios da natação infantil para as crianças

O sistema imunológico infantil passa por diversas fases de desenvolvimento. Não é à toa que muitas crianças sofrem com problemas respiratórios desde bebês, uma vez que existem diversos fatores que influenciam na imunidade.

Alguns pais e responsáveis têm receio de colocar a criança na natação por medo de piorar algum quadro de problema respiratório. Contudo, a recomendação é exatamente oposta.

Quando estamos dentro da água, nosso sistema cardiorrespiratório trabalha mais e há maior utilização do diafragma, o que estimula que a respiração seja realizada de forma correta.

Nesse sentido, a natação se torna uma aliada para quadros de asma, rinite, bronquite e outras doenças.

Desenvolvimento dos sistemas motor e cardiovascular

Além dos benefícios para o sistema respiratório, a natação também desenvolve o sistema motor e cardiovascular. Por ser considerado como um esporte completo e que mexe com todo o corpo, a natação é uma atividade muito interessante e indicada para melhorar o desenvolvimento infantil.

As capacidades psicomotoras são trabalhadas dentro d’água a cada braçada, pernada e movimento que o corpo faz. Dessa forma, veja o que mais a natação é capaz de melhorar nos pequenos:

  • Equilíbrio;
  • Velocidade;
  • Força;
  • Agilidade;
  • Coordenação motora;
  • Habilidades psicomotoras;
  • Noções espaciais;
  • Percepção temporal e ritmo;
  • Lateralidade.

Prevenção de acidentes

A natação é uma possível forma de prevenção: caso seu filho caia acidentalmente em uma piscina, ele correrá menos riscos se souber nadar.

Portanto, a natação é importante também para evitar situações que possam apresentar perigo para os pequenos. Porém, lembre-se de que isso é apenas uma forma de prevenção e não significa que as crianças poderão brincar na água sem a supervisão de um adulto.

Promoção da socialização

Quais são os benefícios da natação infantil

Matricular seu filho na natação é interessante para que ele comece a ter mais contato com outras crianças, algo muito positivo e que desenvolve as habilidades sociais.

Praticar esportes, principalmente em equipe, facilita o contato com outras pessoas e a criação dos vínculos de amizade.

Nós somos seres sociais, isso faz parte da nossa natureza humana. Por isso, a natação na infância é uma alternativa para incentivar a interação entre as crianças, o que pode resultar em novos amigos.

Leia também: A importância da amizade de infância para o desenvolvimento infantil

Melhora da qualidade do sono

Uma boa noite de sono é capaz de restaurar nossas energias e deixar o dia ainda melhor. Se nós gostamos de dormir bem, saiba que isso também é muito bom para a criançada – principalmente se o seu filho tem alguma dificuldade para dormir.

Se esse for o problema, colocá-lo na natação pode ter efeitos fantásticos. Como já foi dito, a natação mexe com todo o corpo, e essa atividade intensa gasta muita energia. O resultado é que, após as aulas, a criança fica mais relaxada e consegue descansar melhor durante a noite.

A recomendação é que as crianças tenham uma rotina do sono bem regrada, com pelo 8 horas de sono. Lembre-se de que dormir bem também faz parte do desenvolvimento saudável.

Quando colocar a criança na natação?

Existem muitas discussões relacionadas a esse assunto. Há quem diga que os bebês podem começar na natação a partir dos 6 meses e já começar a desfrutar dos benefícios da natação infantil, enquanto outras pessoas são contrárias a isso.

O Departamento Científico de Segurança da Criança e do Adolescente da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) recomenda que a idade ideal para começar na natação seja a partir dos 5 anos, pois nessa fase a criança já está mais desenvolvida. Assim, ela tem melhor coordenação motora e agilidade.

Por outro lado, há quem diga que depois de completar 6 meses de vida os bebês já podem entrar na piscina para começar a natação.

De qualquer forma, há 4 fases da natação infantil. São elas:

  • Primeira fase: dos 6 meses aos 2 anos, a criança pode começar a se adaptar ao ambiente líquido e passa a dominar os movimentos corporais, além de aprender a segurar a respiração na água.
  • Segunda fase: dos 3 aos 4 anos, os pequenos já conseguem se locomover com os movimentos de nado.
  • Terceira fase: dos 5 aos 6 anos, eles começam a aprender os diferentes estilos de nado.
  • Quarta fase: dos 7 aos 12 anos. eles aperfeiçoam os estilos aprendidos.

Precauções na natação infantil

Por mais que seja um ambiente muito prazeroso, as piscinas também apresentam perigos. Por isso, aqui estão algumas dicas de cuidados que devem ser tomados na natação infantil.

  • Os itens mais seguros para proteger as crianças na natação são os coletes salva-vidas. Diferente de boias e outros dispositivos de flutuação, eles mantêm os pequenos em uma posição em que a cabeça e o rosto ficam de fora, possibilitando a respiração.
  • Opte por lugares em que o tratamento da água seja feito com ozônio, elemento que ajuda no combate de bactérias e fungos e, diferente do que ocorre com o cloro, não causa irritação nos olhos ou ressecamento da pele.
  • Jamais deixe os pequenos sozinhos na água, mesmo com coletes salva-vidas.
  • Itens que chamam a atenção, como bolas e brinquedos coloridos, não devem ficar próximos ou contidos em reservatórios ou recipientes de água.
  • Não utilize itens que podem ser bonitos, mas prejudicar o ato de nadar, como as caudas de sereia, por exemplo, que podem causar sérios afogamentos.
  • Depois de terminada a aula, encaminhe os pequenos a uma ducha quentinha e, em seguida, seque-os e agasalhe-os bem.

Mesmo com os benefícios da natação para crianças, não force os pequenos!

Veja os benefícios da natação infantil para as crianças

É fato que são muitos os benefícios associados com a natação, tanto para a saúde física quanto mental e emocional. Porém, essa não deve ser uma atividade forçada, mas, sim, adotada voluntariamente pelos pequenos.

Assim como mencionamos em nosso artigo sobre ensinar xadrez para crianças, isso só deve ser feito se elas quiserem, por mais que seja a vontade dos pais.

Para evitar situações de estresse e descontentamento, não insista na natação infantil se os pequenos não quiserem fazê-las. Inclusive, mesmo que elas se interessem em um primeiro momento, mas depois das aulas percam o interesse, cabe uma conversa franca entre pais e filhos para evitar que um prazer se transforme em uma obrigação.

Tenha você vindo de uma família de nadadores ou alguém que sonhava em ver seu pequeno cruzando a piscina como um peixinho no mar, a partir do momento em que aquilo não for mais legal para o pequeno, vale respeitar sua vontade e procurar por outros esportes e atividades que possam lhe agradar.

Depois de conhecer os benefícios da natação infantil, apresente a oportunidade ao seu filho e veja como ele reage. Se for uma atividade bacana e repleta de diversão, assim como aqueles deliciosos momentos com os livros do clube de leitura do Quindim, vocês podem ter encontrado um passatempo e tanto para curtirem juntos!

Assine o Clube Quindim

APROVEITE ESTE MOMENTO PARA INCENTIVAR A LEITURA!