Os animais de estimação para crianças vão além de uma companhia durante a infância. Isso porque os bichinhos ensinam os pequenos sobre responsabilidade e auxiliam no desenvolvimento do cérebro. Aliás, você teve um pet que marcou sua infância? Se sim, com certeza se lembra dos momentos incríveis que viveram juntos.

Saiba mais sobre a relação das crianças com animais e como um cachorro, gato ou outro pet pode trazer alegrias para seu pequeno e ajudá-lo a abraçar novas responsabilidades.

Animais de estimação para crianças: experimente adotar!

Em primeiro lugar, antes de explicar o poder dos bichinhos na educação infantil, é importante ver as vantagens da adoção de animais. Isso porque o número de cachorros e gatos abandonados é gigante e você tem o poder de transformar a vida deles, oferecendo um lar, conforto e uma família.

Vira-latas também são animais para crianças

Animais de estimação e adoção

A história de que existem raças apropriadas para os pequenos não é bem verdade. Afinal, há centenas de animais esperando por um lar e a personalidade de cada um é diferente. Por isso, é possível encontrar um cão ou gato carinhoso e mais tranquilo com facilidade. As ONGs conhecem o perfil de cada animal e sabem indicar aqueles que se adaptam de forma rápida com crianças. Então, você pode aproveitar as suas redes sociais para seguir as ONGs da sua cidade e acompanhar os bichinhos para adoção.

E, se você for de São Paulo, pode conferir o site da Ampara Animal e da Adote Um Gatinho, duas ONGs que atuam na região e contam um pouco sobre a história e temperamento de cada animalzinho pra adoção.

Um ato que marcará a vida do pequeno

A adoção é uma atitude linda e que ensina o que é solidariedade, caridade e amor ao próximo para a criança. Dessa forma, ao dar uma nova chance para um bichinho que ainda não tem um lar, a criança fortalece ainda mais os bons princípios que está desenvolvendo durante essa fase da vida.

Lembre-se: um animal é uma responsabilidade para a vida inteira

Animais de estimação e os benefícios para as crianças

Mas será que é o momento certo? É comum as crianças pedirem por um cachorro, gato, coelho ou outro bichinho inúmeras vezes. Entretanto, a vontade deve ser da família inteira, pois é uma vida que estará aos cuidados de todos.

Sendo assim, tenha certeza de que os gastos com o pet estão dentro das contas mensais e possíveis imprevistos. É claro que ao oferecer qualidade de vida e bem-estar para ele, as chances de um problema diminuem. Mas nunca se sabe! O bichinho deve ser como um membro da família.

Por fim, o pequeno deve fazer parte do processo desde o início e entender que também será uma responsabilidade dele. Isto é, as tarefas do dia a dia devem ser compartilhadas com a criança. Inclusive, é uma chance de ensinar seu filho sobre obrigações e deveres desde os primeiros anos, mas de uma forma suave.

Veja também: Educação financeira infantil. Como e quando ensinar para as crianças

Benefícios dos animais de estimação para crianças

Adote um animal de estimação

Agora, que tal descobrir mais a fundo as vantagens de incluir na família um pet? Os animais de estimação para crianças vão além do companheirismo e diversão. Olha só o que eles podem fazer por seu filho:

1 – Socialização

Os bichinhos são um prato cheio de interação para as crianças, ainda mais aqueles animais que gostam de brincar, como os cachorros e os gatos. Através das conversas com o pet e os momentos de diversão, a habilidade social do seu filho vai se desenvolvendo.

2 – Responsabilidade

Diante de todo o amor que os pequenos sentem pelo bichinho, o estímulo por proporcionar uma vida feliz para o pet é espontâneo. Com isso, os pais conseguem explicar a importância das tarefas do dia a dia, como trocar a água, colocar comida e limpar a área das necessidades com maior facilidade.

3 – Desenvolvimento emocional

A vida é feita de altos e baixos, e por mais que seu filho ainda seja pequeno ou esteja crescendo, é importante mostrar, aos poucos, que existem momentos difíceis. Os animais de estimação para crianças ajudam a fortalecer as emoções boas e também a enfrentar situações tristes.

E, se o seu pequena ama bichinhos, confira a nossa lista de livros sobre animais e aproveite o amor pelos bichinhos para incentivar a leitura na infância.

4 – União familiar

Seja para ir ao parque com o pet, passear pelo bairro ou simplesmente ter um momento em família em casa: a verdade é que os laços se estreitam ainda mais em situações assim.

Qual o melhor animal de estimação para uma criança?

Na lista de animais de estimação dóceis para seu filho, há várias possibilidades. Isso porque entre os populares estão o cachorro, gato, mas também os roedores, como o coelho e o porquinho-da-Índia. É importante entender o espaço disponível para o animal, além do esforço que cada um exige.

Cachorros: um companheiro para todas as horas

Animal de estimação. Cachorros para crianças

Os cães são muitas vezes os favoritos pelas crianças, principalmente por serem extrovertidos e leais. Entretanto, os cuidados com este pet são maiores, pois demandam bastante atenção, atividade física e higienização.

São animais de estimação carinhosos e cheios de energia. Por um lado, é ótimo, mas vale ressaltar que, de acordo com o tamanho do pet, é importante um adulto estar sempre por perto durante as interações da criança com o animal.

Gatos: seres calmos, mas igualmente divertidos

Animais de estimação. Por que adotar um gato

Os felinos são conhecidos por sua independência e personalidade tranquila. Porém, esses bichinhos são cheios de energia quando querem brincar, principalmente os filhotes. E, ao contrário do senso comum, os gatos também são muito carinhosos e fiéis aos seus tutores. Então, se prepare para ter um bichinho acompanhando você pelos cômodos da casa e até querendo dormir por horas no seu colo. Além disso, a lista de cuidados de um gatinho não é tão extensa como a dos cachorros, pois vivem bem dentro de casa e ficar sozinho pode não ser um problema para eles. Inclusive, isso torna os gatos animais muito procurados por quem vive em apartamentos.

Contudo, esses bichanos têm também suas necessidades, principalmente de higienização! A caixa de areia deve estar sempre limpa, assim como a água e o pote de comida. Para crianças com problemas de rinite ou alergias, o ideal é entender se o pelo do gato não vai piorar o quadro.

Roedores: animais de estimação FÁCEIS DE CUIDAR

Animais de estimação hamster e roedores

Tanto o coelho como o porquinho-da-Índia e os hamsters estão entre os mais fáceis de cuidar. Contudo, são seres vivos e necessitam de cuidados diários. Um ponto forte desses animais é o espaço que precisam para viver e as exigências do dia a dia. Isto é, estão entre os animais de estimação pequenos menos carentes que também se dão bem com crianças.

Entre os pontos de atenção, tenha em mente que são seres delicados. Sendo assim, para crianças com poucos anos de idade, que gostam de apertar, querem mexer e abraçar, eles não atendem as expectativas. Os roedores vão acabar mordendo ou se irritando com facilidade por conta do alto contato.

Peixes: animais tranquilos que estimulam a criatividade

A sua ideia é reduzir ao máximo os cuidados com o bichinho, ao menos por agora? Considere os peixinhos! O aquarismo para crianças oferece diversos benefícios para o desenvolvimento do pequeno, desde preocupação com o meio ambiente até estímulo para a imaginação.

O peixe betta está entre os melhores para crianças, pois é uma espécie que vive bem sozinha e não precisa de um espaço amplo. Outras opções são os kinguios e os tetras. Por fim, a interação não é tão próxima quanto um cachorro ou gato, mas dependendo da personalidade do seu filho, ele vai amar!

Como ensinar seu filho a cuidar dos animais?

Como cuidar dos animais de estimação

O processo de educar um pequeno sobre as responsabilidades que um animal de estimação envolve deve ser feito com carinho, empatia e paciência.

Alimentação do pet

O ato de dar comida para o bichinho é uma das primeiras tarefas que você deve ensinar. Seja o pet um cachorro, gato ou roedor, há uma quantidade diária de ração. A recomendação é acompanhar seu filho e deixar que ele coloque a comida, mas isso depois de treinar algumas vezes com ele.

Higiene do espaço e do bichinho

A limpeza é um ponto delicado, pois envolve fezes, urina e, com isso, a presença de bactérias. O ideal é fazer em conjunto com o seu filho. Sempre chame o pequeno para participar das tarefas que envolvem o animal!

Se o pet tem pelo longo, a escovação é uma ótima oportunidade para estimular o contato entre ambos. Contudo, faça com cuidado e esteja sempre perto para evitar acidentes.

Passeios e brincadeiras

Os cachorros necessitam de caminhadas diárias, o que é perfeito para estimular os exercícios físicos do seu filho. Esse inclusive é um momento família pra lá de gostoso! Idas ao parque ou espaços abertos ficam ainda melhores e estimulam o lado social da criança.

Veja também: Tarefas para crianças. Como os pequenos podem ajudar na rotina familiar

Qual a idade certa para meu filho ter um pet?

É bom pensar em quantos anos seu pequeno tem para entender qual o melhor companheiro para ele. Pets que precisam de maiores cuidados, como cães e gatos, demandam mais atenção e comprometimento dos pais, caso a criança seja nova demais.

Agora, se o seu filho já cresceu o suficiente para encarar as principais tarefas do dia a dia, como dar comida, trocar a água e limpar o lugar das necessidades, a presença dos pais é uma supervisão para que tudo esteja funcionando.

A chegada de um bichinho de estimação deve ser motivo de alegria para toda a família! Afinal, por mais que seja pura diversão, há também uma série de obrigações que acompanham esse ser vivo. Que o pet seja símbolo de companheirismo para o seu filho, mas também uma maneira leve de ensiná-lo sobre a vida.

Assine o Clube Quindim

APROVEITE ESTE MOMENTO PARA INCENTIVAR A LEITURA!