Festival Literário: Política e literatura infantil – existe livro neutro?

Em seu último encontro do ano, o Festival Literário Quindim On-line reuniu Renata Nakano, idealizadora e, além disso, diretora do Clube Quindim, Ignácio de Loyola Brandão, Flavia Bomfim e Ricardo para refletir: existe livro neutro? Ou todo livro é político? Confira a conversa na íntegra:

Na Live, discutimos a potência da literatura infantil para lidar com as questões humanas, muitas vezes consideradas universais, como o amor, a solidão, o luto etc. Um livro neutro, ou que se propõe a ser neutro, consegue nos tocar da mesma forma? E, afinal, o que é o politicamente correto e como ele afeta a produção literária para a infância? Uma troca muito rica, que vale revisitar.



    O festival literário quindim on-line

    O Festival Literário Quindim On-line é um evento com mesas mensais para discutir literatura infantil em seus mais variados aspectos. Para Renata Nakano, idealizadora do Quindim:

    Ao trazermos temáticas que se revelam urgentes no cenário atual, como a do humor, da censura, do livro neutro, da política, do perigo da história única, do racismo e da descolonização cultural, questionamos também estigmas ultrapassados que demarcam hierarquias temáticas entre infância e fase adulta.

    Conheça os convidados da mesa: "política e literatura infantil – existe livro neutro?"

    Ignácio de Loyola Brandão

    IGNÁCIO DE LOYOLA BRANDÃO

    Um dos mais importantes escritores brasileiros da atualidade, com mais de 40 livros publicados entre romances, contos, crônicas, relatos de viagem e literatura infantil. Membro da Academia Brasileira de Letras desde 2019, Loyola já recebeu muitos outros reconhecimentos, como o Prêmio Jabuti e o prêmio de melhor livro infantojuvenil da FNLIJ. Com uma carreira longa como escritor, que data de 1965, suas obras já foram traduzidas para diversas línguas, como inglês, espanhol, italiano, tcheco, húngaro e coreano. Um verdadeiro gigante da literatura brasileira.

    Flavia Bomfim

    flAvia bomfim

    Flávia Bomfim é artista visual, curadora e bordadeira. Com um repertório plural, realizou residências artísticas em 2013 na Scuola internazionale d’Illustrazione em Sármede, na Itália. Além disso, em 2015, foi residente no ateliê de gravura da Ilustradora Joelle Jolivet em Paris, na França, e, em 2016, no Museo Textil de Oaxaca, no México. Em 2019, Flávia viajou pela Itália (Parma, Napoli, Macerata e Bolonha) com as exposições de arte têxtil RIVOLTI e Bordar os Sonhos. Hoje coordena encontros de arte têxtil assim como o Festival de Ilustração e Literatura Expandido, que acontece em Salvador desde 2013.

    Ricardo Azevedo

    RICARDO AZEVEDO

    Escritor e ilustrador de livros infantis e juvenis publicados no Brasil e no exterior. Ganhou várias vezes o Prêmio Jabuti e outros como o APCA. Graduado em Comunicação Visual pela FAAP e doutor em Letras pela USP, é professor-convidado em cursos em Arte-Educação e Literatura, além de pesquisar cultura popular e problemas do uso da literatura de ficção na escola.

    ONDE ASSISTIR AO FESTIVAL LITERÁRIO

    Todas as lives do do Festival Literário, inclusive essa discussão importante sobre o livro neutro, estão salvas em nossa página do Facebook e nosso canal do YouTube. Siga-nos em todas as redes sociais pra não perder as próximas!