O que é bebê high need e como identificar

Entenda o significado do termo e DESCUBRA se o seu bebê compartilha essas características

Bebês precisam de seus pais. Não há nenhuma grande novidade nesta afirmação, que pode soar até um pouco óbvia, mas você sabia que isso se manifesta com mais intensidade em alguns do que outros, em um fenômeno chamado de bebê high need?

Continue conosco para entender melhor o que isso significa, de onde veio o termo e como saber se o seu pequeno é ou não um high need, além de algumas dicas valiosas para os pais.

O que é um bebê high need?

bebê high need

A tradução literal para high need é “alta necessidade”, e é justamente disso que trata o termo. Um bebê high need é aquele que precisa ainda mais dos pais do que a maioria dos bebês, não apenas de atenção como também de interação e participação em sua rotina.

Bebês high need são mais intensos e persistentes e menos previsíveis. O termo foi criado por William Sears, famoso pediatra estadunidense que é autor e co-autor de vários livros sobre paternidade. Presença comum em programas de TV para falar sobre o tema, ele costuma participar deles usando o nome de “Dr. Bill”.

Um dos livros mais famosos é o The Baby Book, escrito por William e sua esposa, Martha Sears, que é enfermeira, educadora perinatal e consultora de amamentação. A primeira edição do livro é de 1993 e foi nele que o termo bebê high need foi cunhado.

É importante ressaltar que o termo é usado apenas para descrever bebês que se enquadram nessas características, mas que não há um diagnóstico médico para high need.

Veja também: Hiperatividade: o que é e como lidar com esse transtorno

Como identificar um bebê high need?

bebe high need

Há alguns sinais que podem ajudar no processo de identificar um bebê high need, como os seguintes:

  • Podem parecer geralmente descontentes e tristonhos, especialmente quando ainda são recém-nascidos;
  • Eles precisam de mais atenção, colo e as clássicas balançadinhas (como as que são feitas para ajudá-los a dormir) para evitar que comecem a chorar;
  • As reações a desconfortos do dia a dia são bem intensas. Por exemplo, ao invés de começar a murmurar quando estão com fome ou com sono, eles gritam o mais alto que conseguem;
  • Os hábitos de alimentação e de sono podem ser irregulares e imprevisíveis, como querer comer ou mamar a cada hora e ter sonecas bem curtas.

Veja também: Sono sem lágrimas: dicas para proporcionar um sono tranquilo para a criançada

Afinal, como saber se o meu bebê é high need?

bebe high need o que é e como identificar

Nem sempre é uma tarefa fácil conseguir identificar essas características. Afinal de contas, elas se parecem bastante com o comportamento esperado de um bebê recém-nascido, especialmente durante o primeiro trimestre de vida.

Além disso, pode ser que alguns bebês manifestem apenas uma parte dos comportamentos intensos que vimos anteriormente, enquanto outros até podem ter um período de menor previsibilidade, mas que passa logo.

Caso você desconfie que tem um bebê high need em casa, vale a pena procurar um pediatra para informar o que está acontecendo. O profissional, então, poderá orientá-lo se aquele é um comportamento comum dos bebês ou se pode haver algo além disso.

Porém, mesmo que você tenha visto a lista para identificar um bebê high need e reconhecido seu pequeno em todos os pontos presentes, isso não é uma prova definitiva de que ele pode ser enquadrado nessa classificação.

Por exemplo, um bebê com cólicas, o que geralmente começa a acontecer em sua segunda ou terceira semana de vida, também chora intensamente. Este pico de choro acontece entre o segundo e o terceiro mês de vida do bebê e pode durar até seus 5 ou 6 meses de idade, o que pode confundir os pais.

Uma questão importante é se lembrar de que bebês são… bebês! Isso significa que mesmo sem ser um bebê high need, é normal que eles chorem, queiram colo, carinho e atenção, nem sempre tenham rotinas tão reguladas de alimentação e de sono e, mesmo que tenham, nada impede que mudem de uma hora para outra. 

Além disso, os saltos de desenvolvimento do bebê também mexem bastante com a cabeça dos pequenos, já que eles se dão conta, em um breve intervalo de tempo, que têm habilidades que nem sabiam que existiam – literalmente.

Dicas para pais de um high need

bebe high need o que sao

Seja para bebês high need ou não, vale se atentar às suas preferências e comportamentos e tentar adaptar a rotina dos pais a isso.

Se o pequeno não gosta de ir passear de carro à noite, por exemplo, tente evitar que isso aconteça para não criar uma situação que possa incomodá-lo.

Lembre-se também de que os pequenos ainda não conseguem se comunicar verbalmente e com clareza como os adultos e que, por isso, eles usarão as ferramentas que têm a disposição, como a voz e o choro, para comunicar uma infinidade de mensagens.

Aproveitamos para destacar aqui a importância da leitura para bebês, atividade que proporciona momentos de afeto e atenção aos pequenos e pode ajudar a preencher essa demanda, além de ajudar a mostrar a eles como a literatura é valiosa.

Por fim, busque construir uma rede de apoio com familiares, amigos, vizinhos e outras pessoas de confiança que possam lhe ajudar a passar por todas as fases da criação de um bebê.

Seja um bebê high need ou não, é sempre importante estar pronto para lidar com as caixinhas de surpresas que são os pequenos. São novos comportamentos, reações, gestos e atitudes quase que diariamente, mas passar por cada um desses momentos é tão delicioso que não tem preço.

Assine o Clube Quindim

APROVEITE ESTE MOMENTO PARA INCENTIVAR A LEITURA!


ESTES ARTIGOS PODEM SER DO SEU INTERESSE

adolescência do bebê

Adolescência do bebê: como os pais podem lidar com a famosa crise dos 2 anos?

desenvolvimento da fala

Desenvolvimento da fala em crianças: saiba como se preparar

O que é exterogestação

O que é exterogestação? Saiba quanto tempo dura a “gestação depois do nascimento”

Livros para meninas e meninos

Existem livros para meninas e para meninos? Entenda a importância da literatura sem distinção de gênero

Desenvolvimento dos sentidos e os bebês. Veja quando o bebê começa a ouvir, sentir e enxergar

Desenvolvimento dos sentidos e os bebês: saiba quando o bebê começa a ouvir, sentir e enxergar

Como fazer papinha para bebê. Papinha de fruta e papinha de legumes, receita

Como fazer papinha para bebê? Confira 9 receitas rápidas, fáceis e saudáveis

leonardo-ponso

LEONARDO PONSO

Leonardo Ponso é redator desde 2015, casado com a Tábata e pai do Rafael. Tem certeza que o seu interesse pela leitura quando pequeno influenciou diretamente na sua profissão hoje. É fascinado pelo universo infantil e ama a experiência de vivenciar cada evolução do seu filho. Gostaria muito de saber o que passa na mente dos pequenos.