Veja o que é parlenda, como ela pode ser usada na educação infantil e ainda confira exemplos de parlendas infantis para brincar com os pequenos.  

O que é parlenda

Parlendas são brincadeiras com as palavras que todo mundo ouve, desde criança, da boca de toda a gente com quem se convive. Quando bebês, nossas mães e pais nos mergulharam no universo das cantigas de ninar e acalantos, apresentando-nos ao repertório cultural do lugar onde nascemos e crescemos. Mas nem só de dormir vive um bebê, e houve também o momento de usar esse repertório para brincar e, assim, nos ajudar a perceber quem somos e como somos: “Dedo mindinho, seu vizinho, pai de todos…” “Sou pequenininha do tamanho de um botão…” Com a criança no colo, a brincadeira dos adultos continuou com os movimentos do corpo que acompanham a cantilena: “Bão balalão, senhor capitão…” “Serra, serra, serrador…” Enquanto brincam, os adultos introduzem as crianças à riqueza linguística e às tradições de um povo, apresentam seus filhos ao acervo popular de rimas, trava-línguas e lengalengas que compõem sua herança cultural, tornando-os, assim, parte integrante dessa cultura.

As parlendas fazem parte dessa herança e nos chegaram de diversos lugares. Como tudo aquilo que pertence ao conhecimento popular, elas foram se modificando, se transformando pelo próprio uso (e fortuito abuso) das pessoas que as foram passando adiante, de boca em boca. Foi assim que se espalharam pelos quatro cantos do país e através do tempo e assim seguirão sendo transmitidas, preservando nossa literatura oral.

Veja também: 5 personagens do folclore que as crianças vão amar conhecer!

Parlenda na educação infantil

Parlenda na educação infantil

Alguns pesquisadores das manifestações artísticas brasileiras, como o antropólogo Luiz da Câmara Cascudo e o folclorista Veríssimo de Melo, buscaram agrupar as parlendas de acordo com a sua finalidade. Além de ninar, entreter e divertir as crianças, as parlendas também organizam os jogos, ajudam a determinar de quem é a vez na brincadeira, e apresentam conceitos importantes como, por exemplo, os números ou os dias da semana, em fórmulas mnemônicas: “Um, dois, feijão com arroz. Três, quatro, feijão no prato…” e “A galinha do vizinho bota ovo amarelinho, bota um, bota dois…” Com tanta rima e musicalidade, as crianças (e os adultos também) vão memorizando esses conceitos com mais facilidade. 

É por isso que as parlendas também estão muito presentes no ambiente escolar. A parlenda auxilia na aprendizagem, pois estimula o jogo com as palavras, a exploração do ritmo, o reconhecimento dos padrões das rimas e a ampliação do repertório léxico. Além disso tudo – e talvez mais importante –, cada vez que as crianças brincam com as parlendas, elas entendem um pouquinho mais sobre nossa cultura brasileira. Nas grandes cidades, não há muitas oportunidades de brincar livremente fora de casa. Como muitas parlendas são usadas nessas brincadeiras de rua, poderiam ser esquecidas se não fossem as oportunidades de aprendê-las na escola, às vezes com os professores, às vezes na hora do parque.

Exemplos de parlendas do folclore brasileiro

Parlenda: Exemplos de parlendas do folclore brasileiro

Confira as parlendas infantis mais populares do folclore brasileiro que o Clube de Leitura Quindim separou. E aí? Você já conhecia alguma parlenda abaixo?

Domingo

Hoje é domingo

Pede cachimbo

O cachimbo é de barro

Bate no jarro

O jarro é de ouro

Bate no touro

O touro é valente

Bate na gente

A gente é fraco

Cai no buraco

O buraco é fundo

Acabou-se o mundo

Batatinha quando nasce

Batatinha quando nasce

espalha a rama pelo chão.

Menininha quando dorme

põe a mão no coração.

Lá em cima do piano

Lá em cima do piano

Tinha um copo de veneno

Quem bebeu morreu

O culpado não fui eu.

Uni, duni, tê

Uni, duni, tê,

Salamê, mingüê,

Um sorvete colorê,

O escolhido foi você!

Um, dois, feijão com arroz

Um, dois, feijão com arroz,

Três, quatro, feijão no prato,

Cinco, seis, falar inglês,

Sete, oito, comer biscoito,

Nove, dez, comer pastéis.

Veja também: 10 poemas para crianças amarem poesia

A parlenda na contemporaneidade

parlenda

Aprendemos de nossos antepassados e seguiremos passando parlendas adiante, algumas igualzinho a como eram muito tempo atrás, e outras transformadas, subvertidas, reinventadas. Elas farão sempre parte de nossas memórias mais afetivas de momentos de brincadeira e de jogo, de diversão e, sim, também de aprendizagem. Elas nos unem, de um canto ao outro do país e para além dele, fazendo com que reconheçamo-nos nesse bem cultural comum que são as parlendas.

Assine o Clube Quindim

APROVEITE ESTE MOMENTO PARA INCENTIVAR A LEITURA!