Seleções > Papai tatuado

PAPAI TATUADO

Texto: Daniel Nesquens

Ilustração: Sergio Mora

Tradutores: Monica Stahel

Editora: WMF Martins Fontes
Um pai que chega e logo vai embora, mas se faz presente através das histórias que se entrelaçam na vida do menino e se misturam às suas próprias fantasias.
SINOPSE
Foto do resenhista Isabella Zappa
por Isabella Zappa

O pai chega e vai embora sem avisar, permanece pouco tempo, o suficiente para encantar o filho com as suas histórias fantásticas e aventuras pelo mar. Com o corpo repleto de tatuagens ele narra para o menino a origem dos desenhos gravados em sua pele, enredos que também ficam gravados na memória da criança. Um tigre de dois rabos que arrancou a cabeça de um marinheiro, um pássaro gigante, uma aranha que quase o devora são alguns dos perigos enfrentados por esse pai-herói. 

Um pai que é um pouco como Simbad, o marujo que atravessou mares bravios, se salvou de uma baleia em forma de ilha, de um pássaro que atirava pedras e tantas outras ameaças fantásticas. Assim como Simbad, o pai também é um grande contador e encantador de histórias, sua presença se faz mesmo na ausência, pois o espaço vazio é preenchido com as histórias. 

Nossa memória mistura fantasia e realidade, sonho e vida vivida. No livro de Daniel Nesquens, é o menino que narra as histórias do pai, embalado por recordações que possuem doses de realidade e imaginação. É essa mistura que aparece também nas ilustrações de Sergio Mora, que trazem desenhos com inspiração vintage, lembrando um passado cheio de cores e formas com ares de sonho. Algumas imagens mostram referências à Alice no país das maravilhas, outras ao circo, ou ao velho oeste, mostrando que as histórias que ouvimos se encontram com a nossa própria história. Nessa mistura que nos faz lembrar os sonhos, o livro emociona pela potência das narrativas embaralhadas, unidas à traços de melancolia pela ausência desse pai forte e presente, uma figura com imagens contraditórias, assim como sonho e realidade.  

INFORMAÇÕES TÉCNICAS
Faixa etária: 9+
Ano: 2013
País: Espanha
ISBN: 9788578277345
DIMENSÕES E ACABAMENTO
30.8 cm x 21.4 cm x 0.6 cm
Peso: 322 g
Páginas: 48
COMPETÊNCIAS GERAIS BNCC
Pensamento científico, crítico e criativo, Autoconhecimento e autocuidado
TIPOS DE LEITURA
Para refletir, Para se divertir, Para sentir medo, Para se emocionar, Para conversar sobre temas difíceis
GÊNEROS
Álbum ilustrado, Narrativa de aventura, Narrativa de fantasia, Conto
ASSUNTOS
Família, Luto, Paternidade, Coragem, Aventura, Memória, Memória inventada, Fases da vida, Lembranças, Viagem, Fantasia, Seres mágicos, Pai, Imaginação
SOBRE DANIEL NESQUENS
Foto do autor Daniel Nesquens
É um escritor zaragoense, nascido em 1967, especializado em literatura infantil e juvenil. Seu primeiro livro foi Diecisiete cuentos y dos pingüinos (2000). Em 2008, criou a série Marcos Mostaza, personagem da qual já publicou três títulos. Sua prosa é caracterizada pelo humor do herdeiro absurdo de Tono, Mihura, Jardiel Poncela. Em suas histórias, encontramos inúmeros trocadilhos e toques de realismo mágico. Entre outros prêmios, ganhou o Prêmio de Álbum Ilustrado Ciudad de Alicante em 2001 junto com o ilustrador Fino Lorenzo por Mermelada de fresa, e em 2006 ganhou o segundo prêmio no mesmo concurso com Papá tenía un sombrero, ilustrado por Jesus Cisneros.
leia mais...
SOBRE SERGIO MORA
Foto do autor Sergio Mora
Sergio Mora é pintor, ilustrador e cartoonista de banda desenhada. Venceu o Grammy Latino de Melhor Design 2016 por El poeta Halley by Love of Lesbian. É autor de vários livros, entre os quais se destacam Typical Spanglish (2013), El niño Rock (2014) e Amazing Art de Magicomora (2016).
leia mais...

CLUBE DE LEITURA QUINDIM

CNPJ 21.796.019/0001-66
atendimento@quindim.com.br
(11) 4563-6701

Site protegido por reCAPTCHA Enterprise e Google, de acordo com as Políticas de Privacidade e Termos de Serviço.
2022© Clube de Leitura Quindim - Marca registrada e todos os direitos reservados - versão 3.5.35