Seleções > Filhote de gato-gente

FILHOTE DE GATO-GENTE

Texto: Etgar Keret

Tradutores: Moacir Amancio

Editora: Edições SM
Tudo o que o filho quer é passar mais tempo com o pai, que trabalha muito. Com a imaginação, ele descobre como fazer isso.
SINOPSE
Foto do resenhista Giulia Batelli
por Giulia Batelli

Tudo o que o filho quer é passar mais tempo com o pai, que trabalha muito e quase não dá atenção a ele. Enquanto passeiam pelo zoológico, o pai recebe uma ligação e precisa desmarcar o compromisso com o filho. Deixa ele sozinho no zoológico com todas as orientações para se divertir e voltar para casa, e vai atender ao chamado imperdível do trabalho. O menino fica desapontado e tenta aproveitar o passeio mesmo assim. Observa os animais e se informa sobre eles nas placas: o nome, o que gostam de comer e onde vivem na natureza. Em seguida, o menino lancha e faz pintura no rosto... Ao se sentir sonolento, tem a ideia de descansar um pouco em uma jaula vazia.  Não havia nada escrito na placa, então o menino escreveu "filhote de gato-gente-pelo-longo" e repousou de olhos fechados embaixo da sombra de uma árvore. Ao abrir os olhos, ele se vê em um barco voador, cheio de animais e com um capitão, chamado Habacuque. O capitão resgata animais de zoológicos e os devolve ao habitat natural. Ao passar pela jaula em que o menino estava, o capitão ficou intrigado, porque nunca vira um filhote de gato-gente-pelo-longo antes. Habacuque mostra os cadernos com as anotações sobre cada animal e indica que nada sabe sobre essa espécie. Então, o menino ajuda contando tudo o que o capitão precisava saber: filhotes de gato-gente-pelo-longo alimentam-se de doces, precisam brincar pelo menos uma hora por dia e, se ignorar uma história contada por eles, corre-se o risco de ser mordido. Depois de várias informações e histórias, o menino conta onde é o seu habitat, e, em seguida, adormece pelo cansaço. Ao acordar, está de volta em sua casa e com o caderno de anotação, que entrega para o pai saber como cuidar dele. Esta é uma história que vai além de uma aventura divertida e curiosa. É uma jornada de autodescoberta, em que também se abre para o diálogo para o desenvolvimento de uma boa relação. O menino consegue resolver, a seu modo, o problema que tinha: como passar mais tempo com seu pai e se fazer ser entendido. Tudo por meio de sua forma de se expressar.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS
Faixa etária: 6-8, 9+
Ano: 2014
País:
ISBN: 9788541804073
DIMENSÕES E ACABAMENTO
28 cm x 20.8 cm x 4 cm
Peso: 381 g
Páginas: 48
COMPETÊNCIAS GERAIS BNCC
Pensamento científico, crítico e criativo, Comunicação, Autoconhecimento e autocuidado, Trabalho e Projeto de Vida, Argumentação
TIPOS DE LEITURA
Para refletir, Para se divertir, Para se emocionar
GÊNEROS
Álbum ilustrado, Conto, Realismo mágico
ASSUNTOS
Família, Paternidade, Transformação, Trabalho, Ócio, Tempo livre, Animais, Gato, Abandono, Criança, Acolhimento, Pai, Lazer, Compromissos
SOBRE ETGAR KERET
Foto do autor Etgar Keret
Escritor, roteirista e cineasta, ganhou vários prêmios literários e cinematográficos, como o PEN inglês e o Charles Bronfman. Suas obras foram traduzidas para mais de 25 línguas. É professor na Ben-Gurion University of the Negev e na Tel Aviv University.
leia mais...

CLUBE DE LEITURA QUINDIM

CNPJ 21.796.019/0001-66
atendimento@quindim.com.br
(11) 4563-6701

Site protegido por reCAPTCHA Enterprise e Google, de acordo com as Políticas de Privacidade e Termos de Serviço.
2022© Clube de Leitura Quindim - Marca registrada e todos os direitos reservados - versão 3.5.35