Seleções > Como nasceram as estrelas: doze lendas brasileiras

COMO NASCERAM AS ESTRELAS: DOZE LENDAS BRASILEIRAS

Texto: Clarice Lispector

Ilustração: Flor Opazo

Editora: Rocco
Doze lendas, cada uma destinada a um mês, apresentam ao jovem leitor as tradicionais histórias do folclore brasileiro.
SINOPSE
Foto do resenhista Giulia Batelli
por Giulia Batelli

Doze lendas do folclore brasileiro são recontadas por Clarice Lispector a seu modo, de forma direta e objetiva, com intromissões, fazendo-a narradora-personagem. Os capítulos correspondem a meses e as histórias escolhidas para cada um deles possui o clima do período. Nelas, descobrimos que as estrelas surgem com curumins que fogem de suas mães indígenas para que não briguem com eles por terem comido tanto. Conhecemos a forma astuta com que um sapo consegue participar de uma festa no céu para a surpresa dos demais convidados. E acompanhamos um menino que herda uma porta (sim, uma porta) e sente que pode conquistar o mundo com ela, e acaba conquistando um belo jantar. 

O livro apresenta a história do surgimento dos bichos, que está ligada a uma crise de ciúme. Também narra a situação em que, por causa de uma onça linguaruda, os animais perderam o dom da fala. Saci-pererê, curupira e Yara marcam presença em narrativas que mostram as artimanhas desses seres para conseguir o que querem. Mesmo que algumas lendas já sejam conhecidas, há o diferencial da narrativa da Clarice, que tece comentários sobre elas. As ilustrações aquareladas contornam o texto, fazendo com que as histórias saltem aos olhos do leitor e o inserem no núcleo das tradicionais histórias contadas e recontadas há anos pela cultura indígena e europeia presentes no folclore brasileiro.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS
Faixa etária: 6-8
Ano: 2011
País: Brasil
ISBN: 9788579800726
DIMENSÕES E ACABAMENTO
23 cm x 15.7 cm x 0.3 cm
Peso: 160 g
Páginas: 80
COMPETÊNCIAS GERAIS BNCC
Repertório Cultural
TIPOS DE LEITURA
Para se divertir
GÊNEROS
Álbum ilustrado, Mito e lenda, Fábula e história de animais, Conto folclórico, Reconto
ASSUNTOS
Cultura indígena, Folclore, Animais, Brasil, Animais reais e imaginários, Tempo dos escravos, Superstições, Seres mágicos, Artimanhas, Esperteza, Cultura, Saci-Pererê, Arapuá-Tupana, Yara, Pedro Malazarte, Uirapuru, Negrinho do Pastoreio, Curupira
SOBRE CLARICE LISPECTOR
Foto do autor Clarice Lispector
Uma das escritoras mais importantes do século XX e também uma das mais estudadas pela academia brasileira, Clarice Lispector escreveu para adultos e para crianças. Clarice chegou ao Brasil ainda bebê na companhia de seus pais, refugiados da perseguição aos judeus na Ucrânia. Morou em Maceió e no Recife, mudando-se para o Rio De Janeiro aos doze anos. Em 1941, Clarice passou a cursar a Faculdade Nacional de Direito, e atuou como redatora na Agência Nacional. Passou por experiências também no jornal A Noite. Em 1943 casa-se com o amigo de turma Maury Gurgel Valente. Em 1944 o casal se formou em Direito. Seu primeiro romance é publicado em 1944. Perto do coração Selvagem inaugura uma nova linguagem à prosa e arrebata a crítica. O livro é o vencedor do prêmio Graça Aranha. Clarice acompanha o marido diplomata em alguns anos de viagens, e se torna mãe de dois filhos. O divórcio ocorreu em 1959, e ela retorna à cidade do Rio de Janeiro e passa a trabalhar no jornal O correio da manhã. Em 1967, Clarice lança seu primeiro livro dedicado às crianças, o premiado O mistério do coelhinho pensante. Neste mesmo ano, a escritora e jornalista sofre graves queimaduras pelo corpo, o que a fez passar por algumas cirurgias e viver isolada. Publicou A hora da estrela em 1977, sua última obra em vida.
leia mais...
SOBRE FLOR OPAZO
Artista plástica
leia mais...

CLUBE DE LEITURA QUINDIM

CNPJ 21.796.019/0001-66
atendimento@quindim.com.br
(11) 4563-6701

Site protegido por reCAPTCHA Enterprise e Google, de acordo com as Políticas de Privacidade e Termos de Serviço.
2022© Clube de Leitura Quindim - Marca registrada e todos os direitos reservados - versão 3.5.35