Seleções > Amoras

AMORAS

Texto: Emicida

Ilustração: Aldo Fabrini

Editora: Companhia das Letrinhas
Ao passear com seu pai por um pomar, uma menina colhe amoras — as mais pretinhas são as mais doces — e chega a uma conclusão que a deixa muito feliz. Um livro sobre protagonismo negro e ancestralidade.
SINOPSE
Foto do resenhista Camila Werner
por Camila Werner

O poema deste livro é originalmente a letra de um rap e fala da relação de um pai e uma filha. A certa altura, eles vão passar por um pomar e o pai explica à filha que as amoras "pretinhas são o melhor que há", referindo-se à doçura das frutas, que quanto mais escuras, mais doces são. A menina pensa um pouco e conclui "Papai, que bom, porque eu sou pretinha também."

As ilustrações de Aldo Fabrini dão força e dialogam com as palavras de Emicida. A repetição gráfica de versos-chave do poema reforçam a expressividade e a importância desses versos, e a leitura em voz alta do livro ganha uma outra dimensão. O poema não trata apenas da relação entre o pai e uma filha e da potência do pensamento infantil, mas também fala de protagonismo negro, diversidade e sobre a importância da ancestralidade.

Ao observar os pequenos detalhes do mundo é que nos reconhecemos e encontramos o nosso lugar. Neste rap que foi transformado em livro ilustrado, Emicida trata com simplicidade e força da importância da representatividade negra e da ancestralidade.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS
Faixa etária: 0-2, 3-5, 6-8, 9+
Ano: 2018
País: Brasil
ISBN: 9788574068367
DIMENSÕES E ACABAMENTO
20.5 cm x 20.5 cm x 0.3 cm
Peso: 161 g
Páginas: 44
COMPETÊNCIAS GERAIS BNCC
Autoconhecimento e autocuidado, Empatia e cooperação, Responsabilidade e cidadania
PRÊMIOS
Revista Crescer - 30 melhores livros infantis do ano
TIPOS DE LEITURA
Para refletir, Para se emocionar, Para conversar sobre temas difíceis
GÊNEROS
Álbum ilustrado, Poesia, Livro sem idade, Cantiga e canção, Realismo crítico
ASSUNTOS
Protagonismo negro, Paternidade, Música, Arte, Representatividade, Autoestima, Cultura negra, Pai, Cultura africana, Poesia, Poesia Social
SOBRE EMICIDA
Foto do autor Emicida
Emicida é o nome artístico de Leandro Roque de Oliveira. Nasceu em São Paulo, em 1985. É rapper, cantor e compositor brasileiro. Lançou sua primeira mixtape em 2009 e desde então conquistou espaço essencial na Música Brasileira, com suas canções politizadas e agregando diversos gêneros de nossa música. Ganhou duas vezes o prêmio APCA de Música Popular, foi indicado duas vezes ao Grammy Latino, entre outras premiações. Além de sua importância na cena musical, Emicida também é um importante ator nos debates socioculturais do país.
leia mais...
SOBRE ALDO FABRINI
Foto do autor Aldo Fabrini
Nasceu em 1988, em São Paulo. É designer, diretor de arte, trabalha em agências de publicidade.
leia mais...

CLUBE DE LEITURA QUINDIM

CNPJ 21.796.019/0001-66
atendimento@quindim.com.br
(11) 4563-6701

Site protegido por reCAPTCHA Enterprise e Google, de acordo com as Políticas de Privacidade e Termos de Serviço.
2022© Clube de Leitura Quindim - Marca registrada e todos os direitos reservados - versão 3.5.35