Seleções > A odalisca e o elefante

A ODALISCA E O ELEFANTE

Texto: Pauline Alphen

Editora:
Uma odalisca com a mania de pensar, quem ela é, o que é o amor, como uma jovem pode apaixonar-se por um elefante. E... quem é ele, teria tido outras vidas noutras histórias?
SINOPSE
Foto do resenhista Peter O' Sagae
por Peter O' Sagae

Imagine que as mil e uma noites possam descarrilhar e... velhinha, muito velhinha, Sherazade engasgasse sempre a contar mil e uma vezes as aventuras até a octogentésima octogésima oitava! Pois a hábil narradora tornou-se preceptora de futuras contadoras de histórias no harém de um despótico sultão. É lá que encontramos a personagem principal deste romance: ela é Leila, uma odalisca de orelhas perfeitas por quem o soberano se apaixona ao encontrá-la nos labirínticos corredores do palácio.

 A menina tinha sete anos e será preciso esperar o tempo de amadurecer para o homem declarar sua paixão. No entanto, no mesmo dia em que a odalisquinha tropeçou no sultão, o poderoso havia recebido um presente do rei dos gregos e troianos: um elefante branco retirado das savanas africanas. Hati escondia dentro da couraça o poder especial ou estranho de sonhar incríveis sonhos por onde ele e a jovem odalisca irão se ver e rever!

 Está traçado o triângulo amoroso e — como as esquinas e os espaços dos corredores incontáveis do palácio, o texto revela que há um pouco de todas as histórias em todos os amores, do passado e do presente. Ao clima oriental, unem-se à voz do exagerado narrador o eco das canções do morro, da favela, dos discos do tempo do vinil, dos poemas e dos romances dos livros de outras épocas, dos rolos manuscritos e dos rolos enciumados, quando um tirano faz e desfaz para separar um casal apaixonado.

 A capa do livro chama atenção por apresentar a arte de Henri Matisse, uma impressão em litografia de 1951, em cores vivas e formas estilizadas. O original medindo 31,1 x 83,2 cm, contém uma legenda em meio aos corações da imagem que diz: ela viu surgir a manhã, ela calou-se discretamente.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS
Faixa etária: 9+
Ano: 1998
País: Brasil
ISBN: 9788571648005
DIMENSÕES E ACABAMENTO
19 cm x 14 cm x 1 cm
Peso: 181 g
Páginas: 104
COMPETÊNCIAS GERAIS BNCC
Autoconhecimento e autocuidado, Repertório Cultural, Argumentação
PRÊMIOS
Prêmio White Ravens, Prêmio FNLIJ - Escritor revelação, Prêmio FNLIJ - Jovem
TIPOS DE LEITURA
Para refletir, Para se divertir, Para se emocionar
GÊNEROS
Novela, Narrativa de fantasia
ASSUNTOS
Infância, Amor, Amadurecimento, Disputa Amorosa, Existência, Adolescência, Intertextualidade, Artimanhas, Esperteza, Primeiro Amor, Dúvidas existenciais, Elefante
SOBRE PAULINE ALPHEN
Foto do autor Pauline Alphen
Pauline Alphen é meio brasileira, meio francesa. Jornalista, poeta e tradutora, reside na cidade de Paris e escreveu A odalisca e o elefante em português, conquistando o selo Altamente Recomendável, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ 1998, na categoria jovem leitor.
leia mais...

CLUBE DE LEITURA QUINDIM

CNPJ 21.796.019/0001-66
atendimento@quindim.com.br
(11) 4563-6701

Site protegido por reCAPTCHA Enterprise e Google, de acordo com as Políticas de Privacidade e Termos de Serviço.
2022© Clube de Leitura Quindim - Marca registrada e todos os direitos reservados - versão 3.5.35