Seleções > A árvore generosa

A ÁRVORE GENEROSA

Texto: Sheldon Allan Silverstein

Ilustração: Sheldon Allan Silverstein

Tradutores: Fernando Sabino

Editora: Companhia das Letrinhas
Uma história poética que acompanha o amadurecimento de uma relação de amor e afeto entre uma frondosa árvore e um menino.
SINOPSE
Foto do resenhista Lucélia Souza
por Lucélia Souza

Shel Silverstein conta uma poética história do vínculo, da infância à velhice, entre a Árvore generosa e o menino. 

Acompanhamos o desenvolvimento desse relacionamento em fases. Durante a infância, os dois se encontram diversas vezes, estão sempre presentes um na vida do outro. Nesta parte da história temos mais páginas, menos textos e as ilustrações se destacam demonstrando a complexidade e cumplicidade dessa parceria. Conforme a relação amadurece, os dois se encontram esporadicamente, vivem momentos curtos e o texto escrito é ampliado.

O ritmo que se estabelece entre imagem e texto no início da história proporciona ao leitor a criação de um vínculo forte com a narrativa, se inserindo como terceiro elemento nessa relação, podendo interpretar a história segundo seus sentimentos e experiências. As ilustrações com traços simples, em preto e branco e poucos elementos, contrastam com a capa colorida e verde, reforçando o foco na relação dos dois e a ideia de afastamento e eterna doação.

Assim, teremos diversas camadas de leituras possíveis: o processo natural de amadurecimento e envelhecimento e com ele os papéis sociais e suas responsabilidades que automaticamente desdobram na diminuição da ludicidade da vida, a busca por bens materiais; até mesmo a degradação do meio ambiente, tudo sempre dependendo das vivências de cada leitor. Porém um assunto sempre será notado: o que é a generosidade?

Uma vez que nos importamos com a felicidade do outro, como a árvore demonstra no decorrer da história, podemos perder de vista a nossa própria felicidade, nos doando demais, dando tudo que temos, sem necessariamente ter a reciprocidade do outro lado. Aqui também, podemos extrapolar a interpretação e considerarmos a árvore um espelho da relação de maternidade/paternidade, onde sempre se doa indiscriminadamente, e considera sempre os filhos como eternas crianças.

Um livro para refletirmos sobre nossas relações e o quanto somos recíprocos.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS
Faixa etária: 0-2, 3-5, 6-8, 9+
Ano: 2017
País: Estados Unidos
ISBN: 9788574067537
DIMENSÕES E ACABAMENTO
26 cm x 19.8 cm x 1 cm
Peso: 386 g
Páginas: 64
COMPETÊNCIAS GERAIS BNCC
Autoconhecimento e autocuidado, Empatia e cooperação, Trabalho e Projeto de Vida
TIPOS DE LEITURA
Para refletir, Para se emocionar, Para conversar sobre temas difíceis
GÊNEROS
Álbum ilustrado, Fábula e história de animais, Livro sem idade
ASSUNTOS
Paternidade, Maternidade, Amor, Egoísmo, Amadurecimento, Altruísmo, Egocentrismo, Reciprocidade, Doação, Generosidade
SOBRE SHELDON ALLAN SILVERSTEIN
Foto do autor Sheldon Allan Silverstein
Shel Silverstein nasceu em Chicago, nos Estados Unidos, começando a escrever e a desenhar desde a adolescência, publicando suas primeiras histórias em um jornal militar chamado Pacific and Stripes, enquanto serviu o exército americano na Coreia, da década de 1950. Logo depois, colaborou para a revista Playboy, durante seis anos, conquistando fama internacional. Estreou na literatura com o livro Uncle Shelby’s ABZ Book que, despertando a simpatia e a curiosidade de editor de livros para crianças, convidaria Shel Silverstein a propor histórias para este novo público, estreando em 1963 com o título Leocádio, o leão que mandava bala.
leia mais...

CLUBE DE LEITURA QUINDIM

CNPJ 21.796.019/0001-66
atendimento@quindim.com.br
(11) 4563-6701

Site protegido por reCAPTCHA Enterprise e Google, de acordo com as Políticas de Privacidade e Termos de Serviço.
2022© Clube de Leitura Quindim - Marca registrada e todos os direitos reservados - versão 3.5.35