Seleções > O guarda-chuva que desenguardachuvou

O GUARDA-CHUVA QUE DESENGUARDACHUVOU

Texto: Claudio Fragata

Ilustração: Raquel Matsushita

Editora: Trioleca
Um cavalheiro sisudo e metódico que ao descobrir o amor se abre para as alegrias da vida. Essa história parece familiar? Agora a imagine com peculiares personagens, guarda-chuvas e sombrinhas...
SINOPSE
Foto do resenhista Lucélia Souza
por Lucélia Souza

Nesta história, somos apresentados a Sombrio Soturno da Silva, um guarda-chuva preto com cara de poucos amigos, sempre fechado, pessimista, não podia ver um dia ensolarado, que logo vinha com seu baixo astral: - “É... mas a tarde vai chover...”.

No entanto, como a vida é cheia de voltas e reviravoltas, um dia o amor chegou de surpresa e mudou o seu destino. Isso aconteceu em uma noite de tempestade durante uma ida à ópera - única coisa que Sombrio gostava além da chuva - para assistir a sua peça favorita, Madame Butterfly. No entanto, não havia ópera nenhuma, Sombrio não leu as letras miúdas do cartaz. Era uma apresentação de dança inspirada na ópera, e isso o deixou extremamente irritado, reclamou, xingou, esbravejou, abriu, fechou, mas para não perder a viagem decidiu assistir. Ali começou uma linda história de amor entre Sombrio e Yoko, a bela sombrinha japonesa, de cabo de bambu, com copa de seda lilás e flores de cerejeira pintada a mão. Foi paixão à primeira vista. 

A vida do guarda-chuva se transformou e em pouco tempo era outro. Trocaram segredos e conhecimentos. O amor pulsou e nasceu uma radiante alegria de viver e ver o mundo a partir desse amor. Sombrio se desenguardachuvou...

Com um texto solar, Claudio Fragata, inspirado e homenageando a escrita de Sylvia Orthof, nos apresenta essa história de amor pouco convencional como uma alegoria das surpresas e alegrias da vida, que sempre devemos nos abrir às possibilidades em flopts e flapts, como um guarda-chuva. 

A ilustradora Raquel Matsushita usando pente, tampa de remédio, papel-toalha e até gomo de mexerica e biscoito waffle como carimbos, nos apresenta ilustrações chuvosas, que se abrem aos poucos para a alegria do sol. No início as cores são mais neutras e “sombrias”, e conforme a história se desenvolve, as cores se tornam mais vivas e alegres, como um dia de sol. 

E assim, iniciando em uma tempestade, a história de amor entre Sombrio e Yoko termina com um lindo sol brilhante. Essa é uma história de final feliz? Claro que é. De amargo, chega o jiló

INFORMAÇÕES TÉCNICAS
Faixa etária: 6-8, 9+
Ano: 2009
País: Brasil
ISBN: 9788594206091
DIMENSÕES E ACABAMENTO
25 cm x 20 cm x 0.6 cm
Peso: 172 g
Páginas: 32
COMPETÊNCIAS GERAIS BNCC
Autoconhecimento e autocuidado, Empatia e cooperação, Trabalho e Projeto de Vida
TIPOS DE LEITURA
Para refletir, Para se emocionar
GÊNEROS
Álbum ilustrado, Conto
ASSUNTOS
Desenvolvimento emocional, Diversidade, Amor, Arte, Costumes antigos, Relações Humanas, Teatro, Emoções, Expressões idiomáticas, Ópera
SOBRE CLAUDIO FRAGATA
Foto do autor Claudio Fragata
Formado em jornalismo pela FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado), atuou na Divisão Infantil e Juvenil da Editora Globo, nos anos de 1980, aproximou-se do público jovem, organizando e editando a coleção Manuais da Turma da Mônica, de Mauricio de Sousa, na qual incluiu poemas de autores consagrados, como Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles e Vinícius de Moraes. Em 2000, trabalhando como editor da revista Recreio publicou dezenas de contos e poemas que fizeram sucesso, ganharam elogios da escritora Tatiana Belinky e chamaram a atenção da diretora editorial do Grupo Record, Luciana Villas-Boas, que o convidou a publicar seu primeiro livro, As filhas da gata de Alice moram aqui. Atualmente, dedica-se apenas à literatura, escrevendo livros e dando aulas na Oficina de Escrita Criativa, em São Paulo. Em 2014, foi vencedor do 56º Prêmio Jabuti na categoria Didáticos e Paradidáticos com Alfabeto Escalafobético, livro elaborado em parceria com a designer Raquel Matsushita.
leia mais...
SOBRE RAQUEL MATSUSHITA
Foto do autor Raquel Matsushita
Raquel Matsushita é designer gráfico, ilustradora e escritora de livros acadêmicos e literários. Sócia do escritório Entrelinha Design, graduou-se em Publicidade e Propaganda pela Universidade Metodista de São Paulo e especializou-se nos cursos de “Design gráfico”, “Cor” e “Tipografia” na School of Visual Arts em Nova York. Em 2020, recebeu o prêmio internacional Image of the book 2020 (Bologna Book Fair), com o livro de contos para adultos Mínimo Múltiplo Comum (Sesi-SP Editora). Foi também premiada com dois jabutis; Prêmio FNLIJ; Prêmio Literário da Biblioteca Nacional; Prêmio Selo Cátedra PUC/Unesco; Bienal Brasileira de Design Gráfico (ADG), HQ MIX e Prêmio Miolos entre outros. Entre suas publicações existem dois livros sobre design, sete livros para a infância entre inúmeros outros que ilustrou.
leia mais...
Cartão MasterCard
Cartão Visa
Cartão Amex
Cartão Diners
Cartão Elo
Cartão Hipercard
Selo de segurança da Cloudflare

Clube de Leitura Quindim

Al. dos Maracatins, 548 - Cj. 04 | Moema

04089-001 | São Paulo-SP

Site protegido por reCAPTCHA Enterprise e Google, de acordo com as Políticas de Privacidade e Termos de Serviço.
2022© Clube de Leitura Quindim - Marca registrada e todos os direitos reservados - versão 3.5.49