Seleções > Amoras

AMORAS

Texto: Emicida

Ilustração: Aldo Fabrini

Editora: Companhia das Letrinhas
Ao passear com seu pai por um pomar, uma menina colhe amoras — as mais pretinhas são as mais doces — e chega a uma conclusão que a deixa muito feliz. Um livro sobre protagonismo negro e ancestralidade.
SINOPSE AMORAS
Foto do resenhista Camila Werner
por Camila Werner

O poema deste livro é originalmente a letra de um rap e fala da relação de um pai e uma filha. A certa altura, eles vão passear por um pomar e o pai explica à filha que as amoras "pretinhas são o melhor que há", referindo-se à doçura das frutas, que quanto mais escuras, mais doces são. A menina pensa um pouco e conclui "Papai, que bom, porque eu sou pretinha também."

As ilustrações de Aldo Fabrini dão força e dialogam com as palavras de Emicida. A repetição gráfica de versos-chave do poema reforçam a expressividade e a importância desses versos, e a leitura em voz alta do livro ganha uma outra dimensão. O poema não trata apenas da relação entre o pai e uma filha e da potência do pensamento infantil, mas também fala de protagonismo negro, diversidade e sobre a importância da ancestralidade.

Ao observar os pequenos detalhes do mundo é que nos reconhecemos e encontramos o nosso lugar. Neste rap que foi transformado em livro ilustrado, Emicida trata com simplicidade e força da importância da representatividade negra e da ancestralidade.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS
Faixa etária: 0-2, 3-5, 6-8, 9+
Ano: 2018
País: Brasil
ISBN: 9788574068367
DIMENSÕES E ACABAMENTO
20.5 cm x 20.5 cm x 0.3 cm
Peso: 161 g
Páginas: 44
COMPETÊNCIAS GERAIS BNCC
Autoconhecimento e autocuidado, Empatia e cooperação, Responsabilidade e cidadania
PRÊMIOS
Revista Crescer - 30 melhores livros infantis do ano
TIPOS DE LEITURA
Para refletir, Para se emocionar, Para conversar sobre temas difíceis
GÊNEROS
Álbum ilustrado, Poesia, Livro sem idade, Cantiga e canção, Realismo crítico
ASSUNTOS
Família, Protagonismo negro, Paternidade, Música, Arte, Representatividade, Autoestima, Cultura negra, Pai, Cultura africana, Poesia, Poesia Social
SOBRE EMICIDA
Foto do autor Emicida
Emicida é o nome artístico de Leandro Roque de Oliveira. Nasceu em São Paulo, em 1985. É rapper, cantor e compositor brasileiro. Lançou sua primeira mixtape em 2009 e desde então conquistou espaço essencial na Música Brasileira, com suas canções politizadas e agregando diversos gêneros de nossa música. Ganhou duas vezes o prêmio APCA de Música Popular, foi indicado duas vezes ao Grammy Latino, entre outras premiações. Além de sua importância na cena musical, Emicida também é um importante ator nos debates socioculturais do país.
leia mais...
SOBRE ALDO FABRINI
Foto do autor Aldo Fabrini
Nasceu em 1988, em São Paulo. É designer, diretor de arte, trabalha em agências de publicidade.
leia mais...
Cartão MasterCard
Cartão Visa
Cartão Amex
Cartão Diners
Cartão Elo
Cartão Hipercard
Selo de segurança da Cloudflare

Clube de Leitura Quindim

CNPJ 21.796.019/0001-66

Al. dos Maracatins, 548 - Cj. 04 | Moema

04089-001 | São Paulo-SP

Site protegido por reCAPTCHA Enterprise e Google, de acordo com as Políticas de Privacidade e Termos de Serviço.
2022© Clube de Leitura Quindim - Marca registrada e todos os direitos reservados - versão 3.5.53