Seleções > Um passarinho me contou

UM PASSARINHO ME CONTOU

Texto: Jorge Miguel Marinho

Ilustração: Flávio Pessoa

Editora: Edições de Janeiro
Duas senhoras marcam um encontro com a dona Morte, mas algo lhes ocorre e canta a dúvida do que parecia sacramentado. Viver ou morrer, eis a questão!
SINOPSE
Foto do resenhista Dauana Vale
por Dauana Vale

O desejo pela vida é um movimento contínuo e instável. Há dias incríveis, outros mornos, e há aqueles em que nada faz sentido. Há, ainda, dias em que tudo isso ocorre quase que simultaneamente. Diante do furacão que é viver, como estamos de saúde mental? Duas senhoras falam ao telefone e combinam adiar um compromisso importante: o encontro com a dona Morte.

Berta explica para Isaltina que precisa reagendar o que haviam combinado, devido a um imprevisto em sua família. Por acaso, o passarinho Par Dal, cansado e com a metade da vida vivida, pousa na janela de Berta e ouve toda a conversa. Aflito e sem saber o que fazer, canta. O mais alto e melhor que pode, até tocar a senhorinha. Os dias seguem e depois é Isaltina quem precisa desmarcar o encontro, para grande alívio de sua amiga.

As duas velhinhas, na casa dos oitenta anos, acham que os ciclos de vida já poderiam dar por encerrados, não havia mais grandes motivos para prolongarem os seus dias por aqui. Mas surge o canto do passarinho (até alpiste Berta comprou para ele!), e, sem passe de mágica e com sensibilidade, as amigas reveem as pequenas atividades do dia a dia. Par Dal, a ponto de dar um nó, leva o fio de lã rosa, bicado de uma almofada de dona Berta, até a casa de dona Isaltina, que fica surpresa com mais uma visita do passarinho cantor. Isaltina segura uma das pontas do fio rosa, a outra ponta está na casa de Berta. Uma linha pulsante como a corrente sanguínea une as amigas, que, ainda cansadas de existir, reencontram-se com a vontade de viver. Par Dal é a própria passagem do tempo: cansado, desgastado, depenado, mas, em movimento. O tempo, de fato, não para. A vida, essa moça misteriosa, insiste. 

INFORMAÇÕES TÉCNICAS
Faixa etária: 6-8, 9+
Ano: 2014
País: Brasil
ISBN: 9788567854175
DIMENSÕES E ACABAMENTO
26 cm x 20.5 cm x 0.3 cm
Peso: 250 g
Páginas: 48
COMPETÊNCIAS GERAIS BNCC
Pensamento científico, crítico e criativo, Comunicação, Autoconhecimento e autocuidado, Empatia e cooperação, Trabalho e Projeto de Vida, Argumentação
TIPOS DE LEITURA
Para refletir, Para se emocionar, Para conversar sobre temas difíceis
GÊNEROS
Conto, Realismo mágico
ASSUNTOS
Empatia, Resiliência, Velhice, Morte, Tristeza, Fases da vida, Diálogo, Resistência, Ritual de Passagem, Pássaros, Vínculos Afetivos, Tempo, Saúde mental, Sensibilidade, Suicídio, Terceira Idade
MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O LIVRO
Clube Quindim - Citações do livro
SOBRE JORGE MIGUEL MARINHO
Foto do autor Jorge Miguel Marinho
Jorge Miguel Marinho nasceu no Rio de Janeiro, vindo morar em São Paulo, cidade onde iniciou sua carreira literária. Cursou Letras e fez Mestrado em Literatura pela Universidade de São Paulo, ministrando oficinas, além de ter atuado como professor do Instituto Vera Cruz no curso superior de formação de escritores. Ao longo dos anos, colecionou uma série de prêmios como FNLIJ, APCA, Jabuti, HQ Mix, destacando, entre suas obras Te dou a lua amanhã (1997) e Lis no peito: um livro que pede perdão (2005).
leia mais...
Cartão MasterCard
Cartão Visa
Cartão Amex
Cartão Diners
Cartão Elo
Cartão Hipercard
Selo de segurança da Cloudflare

Clube de Leitura Quindim

Al. dos Maracatins, 548 - Cj. 04 | Moema

04089-001 | São Paulo-SP

Site protegido por reCAPTCHA Enterprise e Google, de acordo com as Políticas de Privacidade e Termos de Serviço.
2022© Clube de Leitura Quindim - Marca registrada e todos os direitos reservados - versão 3.5.49