A literatura infantil não deve ser destinada a um único gênero. Entenda porque não diferenciar livros para meninas de livros para meninos